PUB

Covid-19

Abril registou o recorde de 51 mortes e Maio já contabiliza 8

O mês de Abril foi, até agora, o pior mês da pandemia em Cabo Verde no que toca ao número de vítimas mortais. Foram 51 mortes, 29 dos quais do sexo masculino. No terceiro dia do mês de Maio, o país já contabiliza oito mortes, duas das quais registadas nas últimas horas. Há igualmente 180 novos casos diagnosticados.

Os dados foram avançados esta segunda-feira, 3, pelo Director Nacional da Saúde, Jorge Barreto, em conferência de imprensa.

Nas últimas 24h mais duas pessoas perderam a vida, sendo uma na Praia e outra em São Vicente e o país somou 180 novos casos positivos da covid-19, o que representa uma taxa de positividade de 18,7%.

A Praia detém 67 dos novos casos, Ribeira Grande de Santiago 4, São Domingos 2, Santa Catarina 4, São Salvador do Mundo 1, São Miguel 4, Santa Cruz 6 e São Lourenço dos Órgãos 2.

Na ilha Brava há mais 2 casos, em Santo Antão 16, sendo11 na Ribeira Grande e 5 no Porto Novo.

Já São Vicente conta 31 novos casos, Sal 13, São Nicolau 4 divididos entre os dois concelhos. Boa Vista tem 17 e Maio 7.

O país contabiliza assim 3058 casos activos, correspondente a 12,5% do total de infectados notificados e 58 casos suspeitos estão a aguardar resultados.

São, no total, 24.548 casos diagnosticados e 226 óbitos.

Taxa de ocupação dos hospitais em 77%

Neste momento estão internadas 53 pessoas nos hospitais do país, o que representa uma taxa de ocupação de 77%.

No Hospital Agostinho Neto estão 15 internados, dos quais sete em estado grave.

Em Santiago Norte, no Hospital de santa Rita Vieira estão 5 pessoas, todas estáveis, enquanto no Ramiro Figueira, no Sal, estão oito, uma em estado grave.

Já no Baptista de Sousa, em São Vicente, estão 14 internados, três dos quais em estado crítico, e no São Francisco de Assis, no Fogo, há uma pessoa internada e está estável.

Por fim, no hospital João Morais, em Santo Antão existem três internados, também estáveis, e na Boa Vista oito, cujo estado não é considerado “tão grave”.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top