PUB

Política

Legislativas: Observadores da CEDEAO exortam especialistas regionais a iniciar estudo sobre sistema eleitoral cabo-verdiano

A Missão de Observação Eleitoral exortou os especialistas regionais, em particular a Rede de Comissões Eleitorais da África Ocidental (RESAO), a adotar as medidas adequadas para iniciar um estudo e compreender melhor o funcionamento do sistema eleitoral cabo-verdiano.

Trata-se de um convite que consta das conclusões preliminares, no âmbito da observação do processo eleitoral em Cabo Verde, por parte da CEDEAO. Segundo o relatório, as boas práticas constatadas em Cabo Verde devem ser partilhadas em toda a região.

A Missão de Observação Eleitoral da CEDEAO considera que as eleições de 18 de Abril decorreram em condições de liberdade e transparência evidentes.

 “Estas eleições legislativas são mais uma vez, um passo importante na consolidação das conquistas democráticas do povo cabo-verdiano, demonstram a maturidade de todos os intervenientes e o bom funcionamento das instituições da República”, lê-se no relatório.

A missão destacou igualmente a rapidez e transparência na transmissão dos resultados provisórios, tal como anunciado no site oficial da Direcção-Geral de Apoio ao Processo Eleitoral. Estes dois aspectos, segundo a missão, refletem o domínio do sistema eleitoral em vigor e o perfeito conhecimento dos procedimentos e textos, assim como a confiança entre os atores do processo.

“Nesta fase, a Missão congratula-se com os esforços feitos pelas autoridades e organismos encarregados das eleições para assegurar o bom desenrolar das mesmas. A Missão parabeniza o povo de Cabo Verde pelo seu comportamento democrático exemplar e pela calma observada ao longo de todo o processo eleitoral”.

A Missão de Observação Eleitoral da CEDEAO, liderada por Kadré Désiré Ouedraogo, chegou a Cabo Verde no dia 14 de Abril. Permanece no país até 25 de Abril para poder também observar o período pós-eleitoral. A Missão é composta por 70 pessoas, sendo 45 observadores.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top