PUB

Política

Legislativas: Cabo Verde vai hoje às urnas para eleger nova Assembleia e novo Primeiro-ministro

Cabo Verde vai este domingo,18, às urnas, para eleger a nova Assembleia e o novo Primeiro-ministro do país. No total estão inscritos 393.166 eleitores no arquipélago e na diáspora.

Os eleitores vão escolher entre quase 600 candidatos, de seis partidos políticos – MpD, PAICV, PP, PSD, PTS, UCID – que concorrem àquelas que são as sétimas eleições legislativas em Cabo Verde.

Nas legislativas de hoje serão eleitos 72 deputados, para a Casa Parlamentar, em 13 círculos eleitorais, sendo 10 no país e três na diáspora. 

Santiago Sul, com 19 mandatos, Santiago Norte, com 14, e São Vicente, com 10 deputados, são os maiores círculos eleitorais do país. Santo Antão elege seis deputados, Fogo cinco e Sal elege quatro deputados. 

Já Brava, Maio, Boa Vista, São Nicolau e os três círculos eleitorais da diáspora elegem dois deputados, cada.  

O MpD, PAICV e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três da diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) fixou em 350 o número máximo de eleitores por cada mesa de assembleia de voto. Segundo a Inforpress, trata-se de uma medida que visa “minimizar os constrangimentos logísticos, nomeadamente, a falta de edifícios públicos e de cidadãos para desempenharem as funções de membros de mesa de voto, verificados nas eleições de 2020”.

Segundo a CNE, os eleitores estão distribuídos por 1.245 mesas de voto no arquipélago e 246 na diáspora.

As urnas abrem às 07h00 e fecham às 18h00 e está proibida a venda de bebidas alcoólicas nas imediações das mesas de assembleias de voto das 07h00 às 19h00 deste domingo.

Estas legislativas de 2021 vão ser acompanhadas por 62 observadores internacionais, vindos de diferentes países da CEDEAO.

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde aconteceram a 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

2 Comentários

2 Comentários

  1. Luiz Roberto Nunes

    18 de Abril, 2021 at 0:26

    Pedindo que DEUS dê sabedoria ao povo para escolher pessoas tementes a ELE, que saibam respeitar as pessoas e o erário público. Quem “brinca” com as coisas públicas, com os recursos governamentais não pode governar. Cabo Verde deve estar acima dos partidos. Que entre alguém que perceba isso é dê valor ao que é de todos e para todos.

  2. Luiz Roberto Nunes

    18 de Abril, 2021 at 0:28

    Pedindo que DEUS dê sabedoria ao povo para escolher pessoas tementes a ELE, que saibam respeitar as pessoas e o erário público. Quem “brinca” com as coisas públicas, com os recursos governamentais não pode governar. Cabo Verde deve estar acima dos partidos. Que entre alguém que perceba isso é dê valor ao que é de todos e para todos…

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top