PUB

Economia

Navio usado adquirido pela CV Interilhas deve chegar a Cabo Verde em finais de Maio

A CV Interilhas adquiriu mais um navio, usado, que tem chegada prevista para finais de Maio a Cabo Verde. O navio encontra-se em Portugal, nos estaleiros da Navalrocha, em Lisboa, para trabalhos de manutenção.

A informação foi avançada esta terça-feira,14, por Jorge Maurício, vice-presidente do Grupo ETE, concessionária do transporte marítimo interilhas de passageiros e carga em Cabo Verde, que avançou que o navio fez uma viagem transatlântica Bahamas-Portugal, em que percorreu 3.500 milhas náuticas.

Aquele representante, que falava em nome do comandante João Nicolau Monteiro, explicou que o navio foi construído para navegar entre as diversas ilhas das Bahamas e da Flórida (Estados Unidos da América), uma realidade “muito semelhante” à de Cabo Verde.

Ressaltou também que é um navio que está “completamente apto” para integrar a operação de transporte marítimo de passageiros e carga entre as ilhas de Cabo Verde, podendo, inclusive, servir as principais rotas do país, navegando por períodos seguidos de 24 horas.

“É um navio que não apresenta limitações relativamente à área de navegação e que suporta ondulações até quatro metros, sendo que para mim, considero um navio perfeitamente estável para operar entre as ilhas”, afirmou o comandante João Nicolau Monteiro, citado por Jorge Maurício.

No momento, o navio se encontra em trabalhos de manutenção das máquinas em Lisboa e também no reforço de sistemas de segurança a bordo, nomeadamente, sistemas de incêndio e meios de salvamento.

O navio, de acordo com a mesma fonte, irá integrar, “preferencialmente”, a rota São Vicente/São Nicolau/Sal/Boa Vista/Santiago. A embarcação tem capacidade para cerca de 250 passageiros e 43 viaturas, ou 11 atrelados de 15 metros.

C/ Inforpress

1 Comentário

1 Comentário

  1. FANTASMA

    15 de Abril, 2021 at 11:01

    o Navio Chiquinho foi uma fraude e este também vai ser outra fraude. o ministério publico devia passa no instituto marítimo portuário.

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top