PUB

Política

JPAI entende que precariedade laboral deve assumir prioridade na agenda política do país

O presidente da JPAI; Fidel Cardoso de Pina, afirmou que a problemática da precariedade laboral deve assumir prioridade na agenda política do país. Esta constatação veio na sequência da visita de três realizada à ilha do Sal.
“É um problema sério no nosso país, principalmente aqui na ilha do Sal, e não podemos ignorar nem omitir sobre os seus efeitos. Essa problemática deverá será amplamente debatida e de forma séria por todos os atores políticos e sociais do nosso país, pois afecta sobretudo a nossa juventude, condicionando o seu futuro e os seus projectos de vida”, disse Fidel Cardoso de Pina.
O líder da JPAI desafiou as entidades competentes a fazerem a recolha de dados sobre mercado de trabalho no Sal, caracterizando de forma mais rigorosa a sazonalidade que é-lhe característica, para que se possa ter uma leitura real e verdadeira da situação do mercado do trabalho na ilha e dos seus efeitos nas famílias. “Os contratos sazonais parecem aumentar a cada dia, contribuindo significativamente para que muitos jovens vivam em condições de grande precariedade”.
Por outro lado, a seu ver a situação habitacional na ilha do Sal é dramática e é reflexo da precariedade laboral existente na ilha, ausência de políticas adequadas de ordenamento do território, de planeamento urbanístico, de acesso ao solo para construção e de políticas de habitação que respondam ao rápido crescimento turístico.
“Os benefícios do turismo não chegam a essas camadas da população e muitos dos problemas criados por esse crescimento rápido do turismo não têm sido alvo de políticas públicas promovidas pelos poderes local e central capazes de as resolver ou mitigar”, conclui.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top