PUB

Mundo

Secretário do Tesouro diz que EUA continuam abertos para negociar com a China 

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos da América (EUA), Steven Mnuchin, reafirmou, este sábado, 8, que os EUA continuam abertos a retomar as negociações comerciais com a China.

No entanto, Mnuchin referiu que qualquer avanço nestas negociações deverá acontecer durante a Cimeira do G-20, programada para o final de Junho, no Japão.

“Nós estávamos perto de concluir um acordo histórico e se quisessem (a China) voltar à mesa e assinar os termos que estávamos a negociar, tudo bem”, disse Steven Mnuchin.

“Caso contrário, como o Presidente (norte-americano, Donald Trump) disse, nós poderemos avançar com as tarifas “, acrescentou o secretário do Tesouro dos EUA à margem de uma reunião de ministros das Finanças do G-20, em Fukuoka, no Sudoeste do Japão.

Mnuchin afirmou que espera “progressos” desta questão no encontro entre Donald Trump e o seu homólogo chinês, Xi Jinping, na cimeira do G-20, em Osaka.

Será após essa reunião “crucial” – nas palavras do secretário do Tesouro -, que Trump decidirá se implementará ou não as tarifas que sobrecarregarão quase todas as importações da China.

Mnuchin tem agendado uma reunião em Fukuoka com o governador do Banco Central da China, Yi Gang, mas sublinhou que esta não é uma “reunião de negociação”.

As relações comerciais entre os dois países são “muito desequilibradas”, insistiu o secretário do Tesouro norte-americano.

Para o responsável norte-americano, se um acordo for encontrado, os benefícios seriam “enormes” para as duas economias, “especialmente para a classe média na China”.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top