PUB

Política

13 de Janeiro: Cabo Verde deve interpretar os sinais dos tempos e antecipar as respostas às inquietações da sociedade – Jorge Santos

O presidente do parlamento cabo-verdiano, Jorge Santos, defendeu hoje que o país deve estar atento aos sinais dos tempos e alerta para que possam encontrar respostas às inquietações da sociedade civil.

Ao fazer uso da palavra durante a sessão solene comemorativa do 13 de Janeiro, Dia da Liberdade e da Democracia, o presidente da Assembleia Nacional apelou à abertura ao diálogo, à tolerância, ao respeito pelo outro e ao entendimento sobre questões fundamentais para Cabo Verde.

A relação entre os políticos e a sociedade deve pautar-se pela transparência, pois, segundo disse, quanto mais transparentes forem as decisões dos políticos, maior será a legitimidade para se afirmarem junto do povo cabo-verdiano.

“É fundamental que saibamos interpretar os sinais dos tempos e antecipar as respostas às inquietações da sociedade. O sistema político deve estar, sempre, ao serviço dos cidadãos”, disse.

Decorridos 28 anos da conquista pela democracia, Jorge Santos defendeu que o parlamento tem desempenhado um papel de primeiro plano, no que diz respeito à sua função legislativa, de centro de debate político e na conformação da vontade política, concorrendo para a qualificação da democracia e para a estabilidade política e social.

“Temos que encarar de frente as reformas de que o sistema político e o país reclamam e necessitam. Teremos que, provavelmente, revistar a lei dos partidos políticos, a Constituição da República e encarar com sentido realista as reformas atinentes à organização política e administrativa do Estado” precisou.

Para o chefe da casa parlamentar, celebrar o 13 de Janeiro é celebrar a afirmação de Cabo Verde no mundo.

Os cabo-verdianos, afirmou, devem orgulhar-se deste percurso e reflectirem sobre isso, para que possam construir um futuro alicerçado nos valores da confiança, da tolerância e da realização constante do bem comum.

Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top