PUB

Mundo

Cruz Vermelha: Mais de cem mil pessoas estão desaparecidas em todo o mundo

Mais de cem mil pessoas, em todo o mundo, estão desaparecidas, a maioria devido aos conflitos mundiais, segundo o Comité Internacional da Cruz Vermelha.

A informação foi prestada no Comité dos Direitos Humanos da ONU, por uma conselheira daquela instituição, Agnes Coutou, que sublinhou o facto de este ser o maior número já registado pela Cruz Vermelha.

“Sabemos que esta é a ponta do iceberg e que representa apenas uma fração daqueles que são dados como desaparecidos devido a conflitos passados e actuais”, sublinhou a responsável, citada pela Lusa.

O Comité Internacional da Cruz Vermelha trabalha com as famílias de pessoas desaparecidas e autoridades em mais de 40 países afectados por conflitos.

A mesma responsável salientou que as guerras de hoje envolvem indivíduos e grupos de vários países, o que multiplica o número de pessoas afetadas e envolvidas em casos de pessoas desaparecidas.

A dimensão transnacional da questão das pessoas desaparecidas é particularmente clara no caso das migrações, “à medida que milhares e milhares de pessoas que fogem dos conflitos também desaparecem nos países de trânsito e destino”, defendeu.

Coutou afirma, ainda, que o Comité Internacional da Cruz Vermelha defende medidas preventivas, como o registo de todas as pessoas que estão detidas, permitindo que estas contactem as suas famílias, e expressou esperança de que muitos países-membros da ONU respondam positivamente a este apelo.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top