PUB

Política

Manipulação de imagem: Jorge Santos diz que é preciso criar condições legislativas para blindar tipos de acções

Jorge Santos que fez esta declaração à imprensa, após visita à estação Rádio Televisão de Cabo Verde (RTC), na Cidade da Praia, afiançou que as redes sociais têm que transmitir notícias, circular comunicação e não denegrir a imagem das pessoas.

“Eu penso que a regulação nacional, e nós enquanto poderes públicos e o Parlamento em particular, como casa das leis, devemos criar condições legislativas para blindar esse tipo de acções”, defendeu.

Referiu também que o “fake news”, a difamação ou a destruição de caracter de pessoas, são caminhos que o Parlamento não defende, pois, o cidadão “tem o direito a sua privacidade” e tem o “direito a sua integridade pessoal”.

A presidente do PAICV, Janira Hopffer Almada já fez saber que vai apresentar uma queixa na Comissão Nacional da Protecção de Dados e na Procuradoria-Geral da República, para se apurar as responsabilidades e punir os culpados por causa da manipulação das suas imagens, tornando-as obscenas.

O Presidente da República condenou também hoje a imagem de obscenidades em apreço visando Janira Hopffer Almada, que está a circular nas redes sociais, e manifestou “total solidariedade pessoal e institucional” para com a líder do maior partido da oposição.

Jorge Carlos Fonseca considera inaceitável esta atitude, argumentando que “o bom nome das pessoas e o direito à imagem não pode ser tratado desta forma baixa e inusitada”.

Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top