PUB

Sociedade

Navio NRP Viana do Castelo visita Cabo Verde

O navio patrulha oceânico da Marinha portuguesa, NRP “VIANA DO CASTELO”, visita Cabo Verde de 8 a 23 de Outubro.

A embarcação chega em Mindelo no início da próxima semana, onde vai permanecer por dois dias. No dia 19 de Outubro é a vez da capital do país, dando continuidade à missão iniciada em 20 de agosto de 2018 no âmbito da cooperação no domínio da Defesa e inserida na iniciativa MAR ABERTO 2018.

A iniciativa MAR ABERTO pretende contribuir para robustecer a governança e a segurança marítima em parceria e cooperação com os países visitados, com o objectivo de desenvolver sinergias mútuas e incrementar a segurança marítima à escala regional e global, com impacto directo na livre circulação de pessoas e bens e para um melhor uso do mar dos respectivos estados costeiros.

A Iniciativa Mar Aberto teve início em 2008 e realiza-se desde então todos os anos, com actividades nas áreas marítimas da Costa Ocidental Africana e Golfo da Guiné, com particular incidência nas actividades cooperativas com as Marinhas e guardas-costeira dos países amigos da região.

Nesta missão, que se prolongará até ao próximo dia 29 de Outubro, o navio navegará cerca de 10.000 milhas náuticas, tendo já visitado Angola, São Tomé e Príncipe e Costa de Marfim, onde realizou um intenso programa de actividades de cooperação nos respectivos países.

Durante a permanência em Cabo Verde, o navio vai desenvolver acções com a Guarda Costeira em exercícios conjuntos enquadrados no âmbito dos acordos de cooperação bilateral, tendo em vista a troca de experiências e o incremento da interoperabilidade procurando, desta forma, contribuir igualmente para o reforço da segurança marítima e preservação dos recursos marinhos.

Durante a sua escala no Porto da Praia, o navio estará aberto a visitas por parte do público, no dia 21 de Outubro no período.

O NRP VIANA DO CASTELO é comandado pela capitão-tenente Vânia Filipa Carvalho e tem embarcado 54 militares, incluindo o Comandante da Missão Mar Aberto e da Unidade de Tarefa, o capitão-de-mar-e-guerra Nuno António de Noronha Bragança, uma equipa de fuzileiros, uma equipa de mergulhadores e uma equipa médica.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top