PUB

Cultura

Morreu Ntoni Denti D´oro

Morreu Ntoni Denti D´oro.

Aos 92 anos, o ícone da cultura de Cabo Verde, rei do Finaçon e do batuco, deixa assim para a história uma vida inteira dedicada à música e à cultura das ilhas.

Ntoni Denti D´oro faleceu por volta das 15 horas desta tarde,  na sua casa, em São Domingos, vítima de doença prolongada.

António Vaz Cabral ou Ntoni Denti D´oro como era conhecido, nasceu em 15 de Fevereiro de 1926, São Domingos.

Aos 10 anos de idade começou a dedicar-se ao finaçon e batuco, com a ajuda do mestre Miranda Tavares e desde então nunca mais parou, tendo lutado sempre pelo legado destas dois estilos tão característicos da ilha de Santiago. Ainda recentemente o minsitério que tutela a cultura tinha avançado com a promessa de São Domingos acolher um busto em sua homenagem.

O ministério da Cultura e Indústrias criativas já reagiu publicamente na sua página de Facebook dizendo que é com “enorme pesar” que o Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, tomou conhecimento do falecimento do “músico/artista, homem da cultura, do batuco e do finason da ilha de Santiagom Ntoni Denti D’Oro”, na tarde desta quarta-feira, 26 de setembro.

O Governo enaltece ainda a “figura ilustre da cultura de Cabo Verde que sempre lutou para um maior reconhecimento do batuco no país” e o “nome incontornável, exímio tocador de “txabeta””, que “vai ficar marcado para que gerações vindouras possam conhecer o seu contributo para a cultura de Cabo Verde”.
O ministro, Abraão Vicente ressalta ainda o “carácter único do perfil artístico e folclórico de Nhu Ntoni”.
“É uma perda. Nhu Ntoni era uma voz antiga e uma alma profunda cujo conhecimento ancestral do canto e do finason faziam dele património humano singular para Cabo Verde”.
Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top