PUB

Mundo

Brasil: Juíza proíbe senadora de visitar Lula como advogada

A juíza-federal de Curitiba determinou que a presidente do PT (Partido dos Trabalhadores), a senadora Gleisi Hoffmann, e o tesoureiro do Partido, Emídio de Souza, não podem continuar a visitar Luís Inácio Lula da Silva na prisão, na condição de seus advogados.

O pedido partiu da parte do Ministério Público Federal (MPF), por considerar que as visitas ao ex-Presidente feitas por políticos que se inscreveram como advogados estão a transformar o estabelecimento prisional na sede de campanha do PT.

A senadora Gleisi Hoffmann reagiu à decisão da juíza e afirmou: “Nem a ditadura impediu advogados de visitar presos”.

 Lula, cuja candidatura Presidencial foi registada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), lidera as intenção de voto para o Palácio do Planalto, cujas eleições estão marcadas para Outubro, mas deve ficar impedido devido à Lei da Ficha Limpa.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top