PUB

Sociedade

Nomeação de Artur Correia para Director Nacional de Saúde preocupa Ordem dos Médicos de Cabo Verde

O Conselho Directivo Nacional da Ordem dos Médicos Cabo-verdianos está preocupado com a nomeação de Artur Correia para o cargo de Director Nacional de Sáude.

Segundo o Conselho, trata-se de um facto inédito, já que Correia não é médico e, portanto esta decisão “poderá pôr em risco o Sistema Nacional de Saúde, criando incertezas quanto ao futuro, no que concerne a diversas questões e decisões clara e exclusivamente do domínio médico”.

Numa conferência de imprensa na terça-feira (21), o bastonário da Ordem dos Médicos de Cabo Verde, Daniel Silves Ferreira, reconheceu qualidades e competência em relação a Artur Correia. Entretanto disse ter dúvidas quanto ao seu desempenho no novo cargo.

“Conhecemos e bem a pessoa escolhida, nutrimos por ela um sentimento de amizade e estima, achamos que é uma pessoa com muita competência, mas temos dúvidas, que o desempenho que nós pensamos que deva ser para que o Sistema Nacional de Saúde fortaleça cada vez mais”, avançou Daniel Silves Ferreira.

Segundo este responsável, a manifestação da Ordem dos Médicos de Cabo Verde relativamente a esta nomeação visa cumprir aquilo que vem plasmado nos estatutos, que conforme explicou, dizem claramente que a OMCV tem como uma das principais atribuições, a defesa do Sistema Nacional de Saúde.

“A ordem cumprindo sempre estatutos não tem parecer vinculativo em absolutamente nada mas tem esta atribuição de dar o seu parecer por uma iniciativa própria ou pedido”, lançou, pelo que a organização está “sempre disponível” para dar o seu parecer sempre que haja um assunto de interesse na área da saúde.

“Foi por isso que analisamos esta questão e fizemos saber da nossa posição ao ministro da saúde”, precisou.

Entretanto, afirmou que caso ficar confirmando que estão salvaguardas todas as possibilidades e que não há risco nenhum do Sistema Nacional da Saúde  vir a ter problemas, a Ordem dos Médicos “apoiará abertamente” esta nomeação.

Artur Correia vai desempenhar o cargo de director Nacional de Saúde, nomeado para substituir Maria da Luz Lima Mendonça.

A sua nomeação foi aprovada em Conselho de Ministros, que aconteceu na quinta-feira, 09, no qual ainda se deu por finda a comissão de serviço da directora cessante.

A publicação do B.O de 13 de Agosto confirma o término de serviço de Maria da Luz Mendonça, que vinha desempenhando o cargo desde 2016, mas não informa a nomeação do novo director, que deverá ser publicado nos próximos dias.

Artur Correia já desempenhou funções como director do Hospital Agostinho Neto, secretário executivo do Comité de Coordenação de Combate à Sida (CCS-Sida), director Nacional do Programa de Combate a Doenças de Transmissões Vectoriais e Doenças, entre outras funções.

A NAÇÃO c/ Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top