PUB

Sociedade

ANAS passa a disponibilizar anualmente informações sobre estado da água para abastecimento público

A Agência Nacional de Água e Saneamento (ANAS) vai disponibilizar anualmente informações sobre o estado e a “qualidade segura” da água para o abastecimento público de forma generalizada em todas as ilhas.

Em conferência de imprensa, o Administrador da ANAS, António Pina, avançou que vão exigir que os operadores dos serviços passem a disponibilizar, regularmente, informações sobre a qualidade da água produzida no país.

Nos relatórios anuais que vão ser apresentados a 31 de Dezembro de cada ano, serão abordados o ciclo anual de regulação da qualidade de água, a análise dos programas de controlo da qualidade, as fiscalizações e supervisões realizadas, assim como a vigilância sanitária, entre outros tópicos.

“É reconhecida a necessidade desta informação capaz de transmitir uma visão global do sector de uma forma fidedigna e periodicamente renomada”, afiançou António Pina.

Entretanto, assegura que todos os intervenientes devem manter um diálogo contínuo e aberto, partilhando informação acerca da prestação contínua dos serviços de abastecimento público.

O objectivo é garantir a qualidade da água segura para o consumo humano, através da aplicação de boas práticas no sistema de abastecimento, nomeadamente: proteção das captações e minimização da contaminação.

Para isso, conforme aquele responsável, é preciso que haja a garantia de mecanismos para a definição de políticas e estratégias públicas por parte do Governo, assim como a proteção dos direitos do utilizadores por parte da entidade reguladora.

Já às entidades prestadoras do serviço de abastecimento de água, cabe actuar de acordo com as politicas implementadas no sector, garantindo a qualidade e aceitabilidade da água para o abastecimento público e a proteção da saúde pública.

Já os utilizadores devem usar adequadamente os serviços, evitando comportamentos que causam impactos negativos noutros utilizadores, bem como a saúde pública e no ambiente.

Com o decreto-regulamentar aprovado pelo Governo a 06 de Novembro de 2017, definindo requisitos essenciais de qualidade da água destinada ao consumo humano, a ANAS dispõe de sistemas de controlo, bem como medidas sancionatórias, com vista a proteção da saúde pública.

Através de um mapa interativo disponibilizado no seu site, os utilizadores podem consultar o estado da água na sua localidade, estando sinalizado por cor vermelho ( representando riscos para saúde), amarelo ( razoável) e verde (em bom estado).

 

 

 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top