PUB

Política

Primeiro-ministro anuncia investimentos na ordem dos 60 mil contos no Planalto Leste nos próximos cinco anos

O primeiro-ministro anunciou hoje, em Santo Antão, investimentos à volta de 60 mil contos em vista a repor, a curto e médio prazo, a normalidade no Planalto Leste, cuja floresta foi devastada pelo fogo em cerca de 200 hectares na sexta-feira, 27.

Ulisses Correia e Silva, que visitou esta terça-feira o perímetro florestal do Planalto Leste, disse que o Governo vai ter de mobilizar, nos próximos anos, os 60 mil contos para a recuperação da floresta, reforço da protecção civil, reposição das canalizações de água destruídas e restauração das áreas agrícolas.

Entretanto, avançou que de imediato o Executivo vai ter de mobilizar 50 por centro (%) desse financiamento para repor a normalidade no Planalto Leste, cujo perímetro florestal deve demorar pelo menos cinco anos a ser recuperado, do ponto vista ambiental.

O primeiro-ministro disse ter confirmado “os estragos evidentes” registados na floresta do Planalto Leste (200 hectares da área florestal foram consumidos pelo fogo) e regozijou-se com a detenção do suposto autor de fogo posto que originou o incêndio, felicitando as autoridades policiais pela “intervenção rápida e assertiva” nas investigações.

“Casos desses devem ser castigados exemplarmente para que não se façam escola de impunidade”, avançou o chefe do Governo, que disse ainda ter ficado convencido, por aquilo que constatou no local, de que se fez um bom combate às chamas.

Ulisses Correia e Silva garantiu que parte do contingente militar vai permanecer “ainda por alguns dias” no Planalto Leste e admitiu a possibilidade de, a partir de agora, haver “uma presença regular” das forças armadas em Santo Antão, “sobretudo nos períodos susceptíveis de haver incêndios florestais”, para assegurar a vigilância da floresta.

Os autarcas de Santo Antão tinham sugerido ao Governo a colocação de um destacamento militar no Planalto Leste, no quadro das medidas do reforço da vigilância nessa reserva florestal, que foi declarada desde 1990, como reserva florestal.

Inforpress

 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top