PUB

Sociedade

Ministério da Administração Interna pune presidente do Sinapol com reforma compulsiva

O Ministério da Administração Interna, sob a tutela do ministro Paulo Rocha, puniu o presidente do Sindicato da Polícia Nacional – Sinapol, José Barbosa, com reforma compulsiva. José Barbosa foi desarmado por ter apoiado a greve da Polícia Nacional (PN) em Dezembro do ano passado.

Da mesma forma, o secretário-geral do Sinapol foi punido com quatro meses de suspensão sem vencimento.

Em todas as ilhas, os delegados sindicais que participaram da greve em Dezembro foram desarmados.

Recorde-se que José Barbosa tinha afirmado que os processos disciplinares contra os agentes que participaram na greve é uma acção de “vingança e terror” sobre os profissionais da corporação policial.

Na mesma linha, Barbosa pediu a demissão do actual Director da PN, Emanuel Estaline Moreno, por considerar que este anda a perseguir os agentes da PN.

A Confederação Cabo-verdiana dos Sindicatos Livres – CCSL, onde o Sinapol é filiado, promete reagir nos próximos dias. Para já, o presidente do CCSL, José Manuel Vaz, em declarações a RCV disse que vai reunir com os responsáveis do Sinapol.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top