PUB

Economia

Preços de combustíveis voltam a subir

Os preços dos combustíveis estão mais caros a partir da meia-noite desta sexta-feira, 1 de Junho, de acordo com a deliberação divulgada pela Agência de Regulação Económica (ARE).
Conforme avançou a ARE em  um comunicado, a gasolina sofreu um aumento de 6,43 por cento (%) e passa a ser vendida a 132,50 ECV/L, o gasóleo normal sobe 5,91% para 107,50 ECV/L, o gasóleo para electricidade aumenta 7,08% para 92,30 ECV/L e o Gasóleo Marinha sobe 7,26% para 78,30 ECV/L.
O petróleo aumentou 6,24% e passa a ser vendido por 93,70 ECV/L, o Fuel 380 sobe 12,48% para 62,20 ECV/L e o Fuel 180 passa a ser vendido a 71,80 ECV/L, um aumento de 10,46%.
O Butano evoluiu de forma menos acentuada, com um aumento de 5,21% e passa a ser vendido a granel por 133,30 ECV/kg, sendo que as garrafas de 3 Kg passam a custar 380,00 ECV, as de 6kg vão ser vendidas a 800,00 ECV, as de 12,5 kg (as mais utilizadas nas cozinhas domésticas) passam a custar 1.667,00 ECV e as de 55 kg, 7.334,00 ECV.
A ARE explica que esta subida generalizada de preços dos produtos petrolíferos no mercado internacional, neste período, “deve-se à retirada dos EUA do acordo nuclear com o Irão, que é um grande produtor mundial de petróleo, e, consequentemente, à imposição de novas sanções económicas ao país, condicionando as suas exportações”.
Por outro lado, diz a mesma fonte, as sanções dos EUA à Venezuela, que limitaram a capacidade de produção deste país, e a redução dos stocks de petróleo nos EUA “também contribuíram para comprimir os estoques globais de petróleo, conduzindo a aumentos de preços desta matéria-prima”.
 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top