PUB

Cultura

Ribeirinha recebe Tributo a Bob Marley

Esta sexta-feira todos os caminhos vão dar à Ribeirinha, bairro de São Vicente, graças ao festival “Tributo a Bob Marley”, organizado pelo grupo “Os Mensageiros”. De ano para ano, o certame tem ganhado dimensões cada vez maiores. Em 2017 o destaque do cartaz foi a banda “Rubera Roots Band”, formada por cabo-verdianos residentes na Amadora (Portugal).

Para este ano, a fasquia mantém-se alta, continuando a aposta a passar por Portugal. “O destaque é a banda Urban Vibes. É um grupo cuja maioria dos integrantes é cabo-verdiana”, diz Milton Duarte, porta-voz da organização do “Tributo a Bob Marley”.sta sexta-feira todos os caminhos vão dar à Ribeirinha, bairro de São Vicente, graças ao festival “Tributo a Bob Marley”, organizado pelo grupo “Os Mensageiros”. De ano para ano, o certame tem ganhado dimensões cada vez maiores. Em 2017 o destaque do cartaz foi a banda “Rubera Roots Band”, formada por cabo-verdianos residentes na Amadora (Portugal).
Do cartaz constam os Cabo Roots, Banda HP, Banda 3P Tributo a Bob Marley, Dub Squad e ainda os habituais “Mindelgroove”.
Parceiros e dificuldades
O “Tributo a Bob Marley” tem um forte apoio da Câmara Municipal de São Vicente, além de outras entidades públicas e particulares, conforme faz saber Milton Duarte. “A cada ano lutamos para trazer um grupo do estrangeiro, para abrilhantar ainda mais este evento. A nossa ideia é que seja um dos maiores festivais do continente africano e é por isso que queremos trazer duas ou mais bandas internacionais”, argumenta.
Começo
Robert Nesta Marley, nome de baptismo de Bob Marley, nasceu em Kingston (Jamaica) em 1945 e faleceu a 11 de maio de 1981. Em 2000, altura em que se comemorava o 19º aniversário do falecimento do rei do reggae, o grupo “Os Mensageiros” idealizou, no Mindelo, uma homenagem póstuma a essa figura.
“Começou na rua principal de Chã de Faneco e foi uma espécie de brincadeira para divertir a zona. O nosso primeiro orçamento para a actividade foi seis mil escudos, tirado da remuneração a um show que tínhamos feito nos arredores da Laginha”, recorda Milton.
Ainda assim, esse montante na altura revelou-se insuficiente pelo que o “Djunta mon” de algumas figuras da zona acabou por fazer a diferença para a concretização da primeira edição do Tributo.
Da primeira edição a esta parte passaram grandes bandas e grandes intérpretes do reggae por esse palco. Rubera Roots Band é o mais recente, mas em 2009 Jim Job, oriundo do Zimbabué, fez as delícias doas amantes desse estilo. A banda “Quem é o Bob” foi também um dos destaques. Esta última reside em Portugal e tem como vocalista um cabo-verdiano da ilha do Fogo.
JF

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top