PUB

Política

São Vicente: UCID comemora 40º aniversário e anuncia acto central na Holanda local de fundação do partido

A União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID, oposição) anunciou hoje, no Mindelo, que as celebrações que marcam o 40º aniversário terão como palco a cidade de Roterdão, Holanda, local da fundação do partido.
Segundo o presidente regional da UCID em São Vicente, João Santos Luís, para a Holanda seguiram o presidente do partido, António Monteiro, e os vice-presidente Dora Pires e Júlio César de Carvalho, os quais, no domingo, 13, participam no acto central.
Em São Vicente, para celebrar a data, conforme a mesma fonte, a direcção regional programou actividades desportivas, recreativas e culturais, destinadas aos jovens, para além de uma recolha de géneros alimentares, que serão distribuídos aos lares de idosos da ilha, e uma noite cultural.
No campo político, está agendada uma assembleia de militantes, no sábado, 13, a qual, espera a organização, seja uma jornada de reflexão sobre o historial do partido e sobre a actuação dos militantes na região de São Vicente.
No balanço dos 40 anos da UCID, João Santos Luís considerou que o partido fez o seu percurso, embora esperasse, como adiantou, que hoje estivesse “mais fluente” na cena política cabo-verdiana.
Mesmo assim, o líder partidário explicou que os princípios e objectivos que nortearam a UCID desde a sua fundação estão ainda hoje “bem vivos”, não fosse o “ser humano o centro de todas as atenções” para além de “qualquer tipo de progresso”, pois a “luta continua pelo progresso humano”.
Contudo, indicou, o objectivo actual da UCID prende-se com a “constante procura” do equilíbrio do poder em Cabo Verde.
“Este equilíbrio só será atingido com um Parlamento equilibrado”, ajuntou João Santos Luís, que informou que a UCID preconiza uma “profunda reforma” do Estado, a fim de “libertar os muitos recursos consumidos pela máquina estatal” e colocá-los ao serviço da nação e do cidadão cabo-verdiano.
“A liberdade, a paz, o trabalho e a justiça social, em suma a democracia plena, fazem parte dos objectivos actuais da UCID”, considerou a mesma fonte, que admite, com “engajamento e determinação de todos”, ser possível atingir esses “preciosos objectivos”.
A União Cabo-verdiana Independente e Democrática foi fundada no dia 13 de Maio de 1978, na Holanda, por um grupo de cabo-verdianos radicados naquele país do Benelux, entre eles Ribas Chantre, Lídio Silva e Sérgio Duarte Fonseca, este último que foi eleito o primeiro secretário-geral do partido.
Actualmente, a UCID é liderada por António Monteiro e, nas últimas eleições legislativas, elegeu três deputados à Assembleia Nacional, todos pelo círculo eleitoral de São Vicente.
Fonte: Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top