PUB

Mundo

Europa advoga investimentos maciços em África para impedir emigração ilegal

O presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani, advoga investimentos maciços no Níger, no Mali, no Tchad e em Marrocos, na Tunísia e na Líbia, a fim de se conter a emigração destes países de milhões de jovens para a Europa.
Falando na abertura da Cimeira da União Europeia (UE), Tajani lembrou que o Parlamento Europeu havia pedido o lançamento de um Plano Marshall para África, a fim de dar esperança a milhões de africanos, dispostos a abandonar as suas terras, por não terem outra escolha.
Chamou atenção aos líderes europeus para os resultados das últimas eleições legislativas italianas, ganhas por partidos populistas, designadamente, a Liga do Norte e o Movimento de Cinco Estrelas, como consequência directa da presença na Itália de quase 700 mil emigrantes africanos, provenientes da Líbia, após a morte do coronel Kadafi (líder líbio, derrubado em Agosto de 2011, após 42 de anos no poder).
Kadafi foi alvo de uma guerra desencadeada em 2011, pela NATO (Organização do Tratado do Atlântico Norte), a mando do então Presidente francês, Nicolas Sarkozy, a contas com a Justiça no seu país.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top