PUB

Sociedade

Detido na cidade da Praia: Procurado pela Interpol aguarda extradição para Luxemburgo

Um cidadão de nacionalidade holandesa, de nome Bernard “Beni” Moreira, está à espera de ser extraditado para o Luxemburgo, onde irá responder por suspeita de tráfico internacional de drogas. O mesmo foi detido no dia 2 de Março, pela Interpol Cabo Verde, após um mando de captura internacional.
Bernard “Beni” Moreira foi, conforme o apurado pelo A NAÇÃO, detido no Aeroporto Internacional Nelson Mandela, na cidade da Praia. De nacionalidade holandesa, ele foi preso ao desembarcar de um voo oriundo do Brasil. Sabe-se que o mesmo tinha deixado a Europa há cerca de três meses, em direcção a Cabo Verde.
Apresentado ao Tribunal de Relação de Sotavento, na Assomada, Beni foi mandado para a Cadeia Central da Praia, onde irá aguardar pelo desfecho do processo de extradição para o Luxemburgo. O visado estava, desde Outubro de 2017, na lista vermelha da Interpol.
Suspeita-se que o jovem de 27 anos, filho de pais naturais de Santa Catarina de Santiago, esteja envolvido numa rede de tráfico internacional de drogas que opera a partir do Luxemburgo.
Defesa quer evitar extradição
A defesa de Bernard Moreira, o advogado José Manuel Pinto Monteiro, diz que está a guardar por documentos que comprovem que Beni tem direito à nacionalidade cabo-verdiana. Com isso, explica aquela fonte, pretende-se evitar a sua extradição para o Luxemburgo, fazendo com que o suspeito seja julgado em Cabo Verde.
“Estamos a ver esta possibilidade, até porque meu constituinte afirma que não esteve no Luxemburgo nas datas em que está sendo indiciado”, completa Pinto Monteiro.
Refira-se que o Luxemburgo tem até 15 dias, após a data de detenção, para enviar o pedido oficial de extradição de Bernard Moreira. Caso contrário, o arguido sai em liberdade, a não ser que o Tribunal de Relação decida por estender o prazo.
GSF
 
 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top