PUB

Destaques

Destaques da edição 546 do Jornal A NAÇÃO

IMUNIDADE PARLAMENTAR
MAIS TRÊS DEPUTADOS NA CALHA
Com a onda de levantamento de imunidade parlamentar apenas para os deputados da oposição, o PAICV pretende pedir ao Parlamento a “retroactividade” desse mecanismo, visando os deputados Miguel Monteiro e Damião Medina, do MpD. Este partido reage que se a “retroactividade” for avante, Américo Nascimento, do PAICV, apanhará também por tabela.
AMEAÇA DE MORTE
JUIZ MANUEL CABRAL PEDE PROTECÇÃO DO ESTADO
O juiz da Comarca de Santa Cruz, Manuel Lopes Cabral, quer protecção do Estado. Segundo diz, está a ser ameaçado de morte por um grupo de pessoas naquele concelho do interior de Santiago. “Temo pela minha vida”, diz aflito.
CEDEAO RECUA E MANTÉM 15 COMISSÁRIOS
O Conselho de Ministros da CEDEAO (Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental) decidiu recuar na decisão de reduzir o número de comissários, destacando a pertinência da proposta feita pelo então primeiro-ministro, José Maria Neves. Com isso, cada país-membro mantém um comissário nessa organização sub-regional. A CEDEAO adopta novos critérios de atribuição de funções estatutárias para dar “satisfação”, também, às reivindicações de Cabo Verde
PAUL/SANTO ANTÃO
ESCOLA ACTIVA QUER TRAVAR CONSUMO DE ÁLCOOL ENTRE ADOLESCENTES
O “Projecto Escola Activa”, em fase de implementação na Escola Secundária Januário Leite no Paul, Santo Antão, pretende ser uma ferramenta de luta contra o alcoolismo entre os alunos e a sociedade civil no geral. A estratégia inclui activismo social e cultural entre os alunos e a comunidade educativa bem como as famílias.
FUNDO DO TURISMO
REQUALIFICAÇÃO DE SANTA MARIA VAI CUSTAR 190 MIL CONTOS
O Governo vai avançar com a requalificação da praia de Santa Maria (na Ilha do Sal). A intervenção inclui o pontão, o calçadão, a praia e um estudo sobre o fenómeno da perda de areal que se tem vindo a acentuar nos últimos dois anos. Os custos disso tudo estão estimados em 190 mil contos e serão financiados pelo Fundo do Turismo.
PREDADORES SEXUAIS
PENA DURA PARA IRMÃOS ALVES
Os irmãos Rui e Flávio Alves foram, na terça-feira, 13, condenados a 33 e 14 anos de prisão, respectivamente, pelo Tribunal da Praia. As arguidas Miqueia Silva e Emeleina Silva, tidas inicialmente com cúmplices, foram absolvidas. Mas, o caso continua com recurso da defesa.
Esta Edição nº 546, que já está bancas, é feita, também, do tradicional Caderno ETC. – que traz farta reportagem sobre a Festa do Rei Momo, nos mais diversos pontos do arquipélago – ; a par da opinião de José Valdemiro Lopes; do Comentário de José Vicente Lopes; e das Colunas de Marciano Moreira e de Natacha Magalhães.
 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top