PUB

Mundo

São Tomé e Príncipe: PM promete “facilitar” trabalho da ONU para mediar crise

 
O primeiro-ministro (PM) são-tomense, Patrice Trovoada, promete “facilitar os trabalhos” do representante especial para a África Central do secretário-geral da ONU, no país para apaziguar a situação de crise entre o poder e a oposição.
“O governo vai fazer tudo para facilitar a estadia em São Tomé do enviado especial do secretário-geral das Nações Unidas. Sabemos que essas missões são missões difíceis, o senhor (François Louncény) Fall chegou segunda-feira e está na fase, ainda, em contactos, por conseguinte o governo não fará nada que possa dificultar os seus trabalhos”, disse Patrice Trovoada em declarações à emissora oficial.
O chefe do executivo, que é acusado pelos partidos da oposição de ser “o principal responsável pela crise política no país”, lembrou que São Tomé e Príncipe “é reconhecido por ser uma democracia verdadeira, que funciona”.
O país mergulhou nas últimas duas semanas numa crise política agravada com a crise institucional entre o Presidente da Republica, Evaristo Carvalho, a Assembleia Nacional (Parlamento) e o Governo de um lado e o Supremo Tribunal de Justiça/Tribunal Constitucional e a oposição, do outro.
O ponto alto da crise surgiu no passado dia 15 deste mês quando os deputados da oposição tentaram boicotar a eleição de cinco novos juízes para o Tribunal Constitucional autónomo, constituído mesmo depois de um acórdão do Supremo Tribunal de Justiça, que considera o diploma “ilegal e inexistente”.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top