PUB

Sociedade

PJ detém PCA do Fundo Autónomo de Apoio à Cultura

A Polícia Judiciária, deteve, na quarta-feira, fora do flagrante delito, dois cidadãos cabo-verdianos, residente na cidade da Praia, suspeitos de um crime de infidelidade, vários crimes de falsificação de documentos e um crime de peculato.
Um dos suspeitos, segundo um comunicado da PJ, exercia a função de PCA do Fundo Autónomo de Apoio à Cultura, no Banco da Cultura, “e agia em concertação” com a outra arguida, ex-funcionária desse organismo do Estado.
A Secção Central de Investigação de Crimes Económicos e Financeiros da Polícia Judiciária (SCICCEF) da PJ cumpriu, assim, dois mandados de detecção emitidos pela Procuradoria da Comarca da Praia.
Os detidos foram presentes, ainda na tarde de quinta-feira, ao Juiz, para o primeiro interrogatório e aplicação das respetivas medidas de coação.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top