PUB

Política

União Europeia toma pulso do processo eleitoral junto dos partidos políticos

O representante da União Europeia em Cabo Verde, acompanhado dos chefes das missões de Espanha, França, Luxemburgo e do cônsul de Portugal, acreditados na Praia, foram recebidos esta quarta-feira pelo líder do Movimento para a Democracia (MpD, oposição), no âmbito de contactos com instituições com os partidos políticos, com assento parlamentar, com vista às eleições legislativas de 20 de março.

Á saída do encontro, o representante da União Europeia em Cabo Verde, José Manuel Pinto Teixeira, manifestou a expetativa de que sejam disponibilizados os meios financeiros necessários para as três eleições (legislativas, autárquicas e presidenciais).

“Esperamos que um país como Cabo Verde, de rendimento médio, que tem uma parceria especial com a União Europeia baseada numa partilha de valores, disponibilize os fundos necessários para a preparação dos processos eleitorais. É o pilar fundamental de qualquer democracia”, afirmou.

João Manuel Pinto Teixeira explicou que os contatos visam obter informações sobre os processos eleitorais em Cabo Verde e ouvir dos partidos políticos as respetivas visões sobre o futuro de Cabo Verde.

“O compromisso é acompanhar o processo, informar-nos e desejar que o processo se desenrole da melhor forma possível para que a credibilidade de Cabo Verde em termos da sua democracia continue a ser reforçada”, realçou.

O líder do MpD, Ulisses Correia e Silva considerou, por seu lado, que após 25 anos de democracia em Cabo Verde, o sistema eleitoral devia ser isento de contestação, defendo a passagem da tutela do processo eleitoral do Ministério da Administração Interna para a Comissão Nacional de Eleições (CNE).

 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top