PUB

Ambiente

Cabo Verde inicia campanha de plantação de oito milhões de árvores em Serra Malagueta

Cabo Verde vai iniciar a campanha de plantação de oito milhões de árvores até 2030, esta quarta-feira, 30, em Serra Malagueta, Santa Catarina, conforme o compromisso assumido na Cimeira sobre Clima, em Paris.
O anúncio foi feito pelo gabinete do primeiro-ministro, José Maria Neves, que vai presidir à cerimónia que marca o Dia do Parque Natural, frisando que a campanha de plantação de árvores será desenvolvida pelo Ministério do Ambiente, Habitação e Ordenamento do Território (MAHOT), em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Rural (MDR), que irá propor as espécies a serem plantadas.
Ao falar na Cimeira sobre Clima que decorreu de 30 de Novembro a 11 de Dezembro, o ministro do Ambiente, Habitação e Ordenamento do Território, Antero Veiga, disse que Cabo Verde prevê plantar até 2030 oito milhões de árvores, quantidade que dá para arborizar 20 mil hectares, uma média de 400 árvores por hectare.
“Vamos reforçar e intensificar a plantação de árvores tanto no meio urbano, onde mais de 65 por cento da população cabo-verdiana reside, como no meio rural”, sublinhou Antero Veiga, explicando que na prática equivale a cada cabo-verdiano plantar uma árvore por ano, nos próximos 15 anos.
Cabo Verde dispõe, neste momento, de cerca de 90 mil hectares de áreas com florestas, o que representa 23 por cento da superfície do país, o que não é suficiente para atingir o 7º Objectivo do Desenvolvimento do Milénio de atingir 25 por cento da área coberta por árvores.
Para além dessa meta, o arquipélago assumiu mais três compromissos durante o evento em Paris, nomeadamente chegar a 100 por cento de energias renováveis no horizonte de 2030, mobilizar cerca de 75 milhões de metros cúbicos de água e apostar no tratamento e reciclagem dos resíduos sólidos.
Para Antero Veiga, apesar de Cabo Verde ser um país duplamente vulnerável, por ser um pequeno estado insular em desenvolvimento, enquanto uma fonte de vulnerabilidade estrutural e por se localizar na faixa árida do Sahel, esses compromissos de contribuições concretas, são baseados numa “visão estratégica do ecossistema global forte”.
No Dia do Parque Natural, para além de presidir ao lançamento desta campanha, José Maria Neves irá fazer a entrega de casas de banho e cisternas familiares na comunidade de Fundura, concelho de Santa Catrina, interior de Santiago, e inaugurar a obra requalificada da praça de Serra Malagueta, em homenagem à senhora Maria Sábado Tavares, assim como o Centro de Interpretação Ambiental.
Fonte: Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top