PUB

Sociedade

Luís Fonseca: “Instituir o dia 9 de Dezembro como dia nacional da rádio foi uma decisão acertada”

O embaixador Luís Fonseca acredita que a resolução do Governo de instituir o dia 9 de Dezembro com o Dia Nacional da Rádio “foi um decisão acertada”.
O diplomata discursava nesta quarta-feira, em representação do nacionalistas que tomaram de assalto a Rádio Barlavento, a 9 de Dezembro de 1974. Esta data que agora o Executivo decidiu estabelecer como dia nacional desse órgão de comunicação é que foi comemorado pela primeira vez em São Vicente.
Defende o embaixador que com tomada da Rádio devolveu-se a voz ao povo de São Vicente, por isso “foi um acto de importância extrema que serviu para mostrar às autoridades coloniais que o PAIGC era a força política dominante e não havia dúvidas quanto à sua implementação”, salienta Luís Fonseca enaltecendo a importância que esse episódio teve para a independência de Cabo Verde.
Por seu lado, o ministro da presidência do Conselho de Ministros e da Comunicação Social, Démis Lobo, que presidiu ao evento, avança que a escolha da data “nada tem a ver com nenhum preconceito ideológico”, uma vez que o acto foi protagonizado por populares, nacionalistas e compatriotas que viram nela uma forma de afirmar as liberdades editorial, de expressão, de imprensa e de jornalismo em Cabo Verde.
Démis Lobo avança que para essa definição foram ouvidas várias personalidades, tendo em consideração esses valores e princípios que se quiseram preservar. Agora quer que o dia 9 de Dezembro possa ser de debate sobre o futuro da Rádio, esse meio de comunicação que diz estar enraizado na cultura de Cabo Verde. “Ela é imprescindível, por mais que evolua os meios de comunicação”.
Num discurso de poucas palavras, o presidente da Câmara Municipal de São Vicente, Augusto Neves, fez um uma viagem sobre os vários destinos que teve ao longo da história, o actual Centro de Artesanato e Design, que em 1974 albergava a Rádio Barlavento, que após a tomada por populares passou depois a designar-se Rádio Voz de São Vicente.
Foi nesse local que nesta quarta-feira aconteceu o descerramento da placa, seguido de uma transmissão em simultâneo de todas as estações de rádio do país, de um debate sobre o passado e o futuro da rádio.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top