PUB

Política

PAICV em São Vicente: Deputado Hermes Silva pondera bater com a porta em protesto

O deputado Hermes Santos Silva, um dos três secretários da mesa da Assembleia Nacional, pode abandonar o lugar que ocupa na Comissão Política Regional (CPR) do PAICV em São Vicente. Motivo: protesto por não constar como um dos nomes para compor a lista de candidatos às legislativas de 2016.
Eleito deputado em 2011 como terceiro da lista do PAICV em São Vicente, Hermes Silva é, ao que tudo indica, um dos preteridos para o embate de 2016. Pelo menos, Silva está longe de ser um dos nomes mais citados ou de estar no topo das preferências para a lista a ser encabeçada por Manuel Inocêncio Sousa e esse dado deixou-o descontente, segundo as fontes deste jornal.
Silva já terá mesmo manifestado esse seu aborrecimento a pessoas próximas e a militantes do PAICV, não deixando de colocar a hipótese de se demitir da CPR em São Vicente em sinal de protesto para com a forma como decorre a escolha dos possíveis candidatos a deputado.
Hermes Silva poderá seguir, assim, uma linha parecida com a delineada pelo seu colega de bancada parlamentar Carlos Ramos (PAICV-São Nicolau), que, diante da provável substituição por Américo Nascimento no lugar de cabeça de lista na Ilha de Chiquinho, resolveu bloquear a aprovação do orçamento da Câmara Municipal da Ribeira Brava. Ramos fê-lo na qualidade de presidente da Assembleia Municipal, órgão deliberativo local constituído por 13 eleitos sendo sete do PAICV e seis do MpD (oposição).
Não tendo esse poder de bloqueio em mãos, Hermes Silva pode optar por criar um embaraço aos colegas do órgão executivo do PAICV em São Vicente, demitindo-se para agitar mais as águas numa CPR na qual as divisões são públicas. Por ora, aquele deputado está a ouvir algumas pessoas, entre as quais dirigentes do partido a que pertence, para depois decidir o seu futuro político dentro ou fora da estrutura regional presidida por Alcides Graça.
Momento de ponderação
Contactado por A NAÇÃO, Hermes Silva não quis avançar muito, dizendo tratar-se de um momento de ponderação. Confirmou, entretanto, que quer ouvir aconselhamento de pessoas que ele considera fundamentais no que à sua carreira política diz respeito e só após isso fará um comunicado sobre a sua continuidade ou não como membro da CPR do PAICV em São Vicente.
Mas, independentemente da oficialização da saída de Hermes Silva da CPR, fica evidente que dos cinco deputados eleitos na lista do PAICV pelo círculo eleitoral de São Vicente em 2011 só Filomena Vieira poderá permanecer nos lugares elegíveis. Os outros devem ficar fora da lista para 2016 por força da nova linha traçada pela actual presidente do partido, Janira Hopffer Almada, ou por vontade própria.
Franklim do Rosário Spencer, eleito como segundo da lista em 2011, nunca deu a cara no parlamento e agora que assumiu o cargo de coordenador do núcleo de cluster do mar não estará por aí virado. Alexandre Novais, ao que tudo indica, não entrará na corrida; Hermes Silva está com o caminho tapado, assim como Maria da Luz Rocha Monteiro. Em último caso, um ou outro poderá constar da lista, mas não nos lugares mais apetecíveis.
 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top