PUB

Política

Legislativas’2016: MpD já tem cabeças-de-lista

O MpD acaba de definir os seus cabeças-de-lista, no país e na diáspora, para as próximas eleições legislativas. Jorge Santos regressa a Santo Antão, enquanto Austelino Correia, João Gomes e Jorge Nogueira assumem Santiago Norte, São Vicente e Fogo, respectivamente. Os círculos eleitorais da Brava e da Boa Vista ficam à espera dos resultados das sondagens.
Sem grandes surpresas, o MpD definiu, na reunião da Comissão Política Nacional (CPN), realizada na semana passada, os cabeças-de-lista para as eleições legislativas de 2016.
O líder do partido, Ulisses Correia e Silva, como é óbvio, encabeça a lista de Santiago Sul, maior círculo eleitoral do país, mas agora resta saber se os vice-presidentes Olavo Correia, Luís Filipe Tavares e Fernando Elísio Freire integrarão essa lista.
Em Santiago Norte, o administrador-geral do MpD, Austelino Correia, mereceu a preferência da CPN em detrimento de Mário Silva, que nem sequer se submeteu à sondagem interna para a escolha de candidatos a deputado desse círculo eleitoral.
Em São Vicente, João Gomes, que há muito vinha sendo apontado como cabeça-de-lista para esse círculo eleitoral, acaba por ser escolhido, obrigando o regresso de Jorge Santos a Santo Antão. Na “Ilha das Montanhas”, Jorge Santos vai substituir Arlindo do Rosário.
Jorge Nogueira, que, ao longo das sucessivas legislaturas, tem-se mostrado muito combativo, defendendo essencialmente o seu círculo eleitoral, recuperou, novamente, o lugar de cabeça-de-lista no Fogo, relegando Lourenço Lopes, que é membro da CPN, para o segundo plano. Lopes fica, agora, nas mãos de Ulisses, porque é outro que não se sujeitou à sondagem interna para a escolha de candidatos a deputado. Outro dado é que Eurico Monteiro, que foi a primeira escolha nas anteriores eleições, para o Fogo, é tido agora como carta fora do baralho.
Janine Lélis continua a mandar na ilha do Sal, mas, de acordo com uma fonte próxima da CPN do MpD, o segundo da lista não passará por Daniel Évora, que deixa uma imagem cinzenta nesta legislatura.
Joana Rosa continua de pedra e cal na ilha do Maio e o mesmo acontece com Nelson Brito, no círculo eleitoral de São Nicolau.
Ficaram, no entanto, por definir, os cabeças-de-lista para Boa Vista e Brava. A mesma fonte adiantou  ao A NAÇÃO, que as sondagens poderão determinar quem serão os cabeças-de-lista nessas duas regiões políticas.
Por definir
A NAÇÃO sabe que, na Boa Vista, era intenção do MpD fazer uma permuta entre José Pinto Almeida e José Luís Santos. Segundo uma fonte bem posicionada, Pinto Almeida não se mostra interessado em continuar à frente da Câmara, e, nem tão-pouco, em se candidatar às eleições legislativas. Com este cenário, o caminho fica aberto para José Luís Santos, que há muito aspira o lugar de presidente da Câmara da Boa Vista. A NAÇÃO sabe, no entanto, que este dossiê poderá ficar resolvido no decurso desta semana, com a visita de Correia e Silva à “Ilha das Dunas”.
Na Brava, o assunto será resolvido através da sondagem interna. David Lima, que foi eleito nesta VIII Legislatura como deputado da “Ilha das Flores”, tem o seu lugar em risco.
Na diáspora, tudo poderá ficar na mesma, exceptuando o Círculo das Américas, onde deverá haver mexidas. Orlando Dias vai continuar como cabeça-de-lista para África e o mesmo acontece com Emanuel Barbosa para Europa. No Círculo das Américas, Cândido Rodrigues deverá ser substituído por Alberto Montrond, coordenador do MpD nessa região política.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top