PUB

Economia

Cabo Verde precisa de uma agência de energia com a nova estratégia implementada no sector – DGE

A criação urgente de uma Agência de Energia em Cabo Verde “é muito importante” com a nova estratégia que vem sendo implementada no sector, denominada “eficiência energética”, sublinhou esta terça-feira na Praia, o director geral da Energia, Anildo Costa.
Falando na primeira reunião do diálogo sectorial e de coordenação de parceiros em energias renováveis, Anildo Costa, disse que esta agência vai ter também um papel muito importante na informação e sensibilização para a eficiência energética no país.
Segundo o director geral da Energia, para além de informação para o público em geral sobre a eficiência energética, esta agência teria um papel de seguimento sector e de apoio na implementação de projectos complexos na área das energias renováveis em Cabo Verde.
O governo pretende implementar medidas que visam melhorar o nível de informação dos consumidores sobre a utilização racional de energia (informação, estudos, divulgação) e que traz benefícios ao sector eléctrico (redução da factura de electricidade).
Cabo Verde dispõe neste momento de um plano nacional de acção para a eficiência energética, que abrange todos os sectores de consumo de energia, tendo cinco eixos prioritários de intervenção.
Segundo a ministra do Turismo Investimentos e Desenvolvimento Empresarial, Leonesa Fortes, o Governo vai dar atenção à promoção da eficiência energética dos edifícios públicos, dos consumidores intensivos, dos equipamentos electrónicos, de modo a reduzir o consumo e a factura energética.
A primeira reunião do diálogo sectorial e de coordenação de parceiros em energias renováveis realizado hoje na Cidade da Praia, enquadra-se na visita dos diretores-gerais da Cooperação para o Desenvolvimento do Luxemburgo e da Comissão Europeia a Cabo Verde.
O encontro teve como objectivo apresentação do Plano de Ação para as Energias Renováveis de Cabo Verde, recentemente aprovado e iniciação do processo de coordenação com os parceiros relativamente aos apoios a prestar no quadro desse Plano de Acção.
A Direcção-Geral da Energia pretende também com este encontro garantir as sinergias e preparação da agenda e os documentos de suporte para “Mesa Redonda” sobre as Energias Renováveis com os Parceiros de Desenvolvimento de Cabo Verde, a realizar-se no segundo semestre de 2015, à margem da próxima reunião ministerial Cabo Verde/União Europeia, no quadro da parceria especial.
Fonte: Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top