PUB

Desporto

Ministra da Saúde quer que a medicina desportiva acompanhe a evolução do desporto em Cabo Verde

A ministra-adjunta e da Saúde, Cristina Fontes, classificou hoje  a medicina desportiva como uma das áreas importantes e que carece mais e melhor aceleramento com vista a acompanhar a evolução do desporto no país.
Cristina Fortes fez estas afirmações durante a cerimónia de abertura da II edição das Jornadas Médicas, que se realiza na Cidade da Praia, com o intuito de certificar internacional os médicos cabo-verdianos, no âmbito da medicina desportiva em Cabo Verde.
A governante lembrou que Cabo Verde já conta com especialistas em medicina desportivas em áreas das mais diversas como em química-forense, com vocação para trabalhar em questões de “dopping”, mas entende ser necessário o país avançar, ainda mais, nesta matéria para que se possa racionalizar os meios disponíveis e reforçar a atenção primária dos centros de fisioterapias.
Também presente neste acto de abertura, a ministra da Educação e Desportos, Fernanda Marques, enalteceu o orgulho do país em acolher um evento do tipo, com o argumento que integra diferentes personalidades nacionais e estrangeiras que terão oportunidade ímpar de debater a medicina desportiva, “imprescindível para a qualidade de vida”.
Já a presidente do Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC), instituição responsável pela realização desta II Jornada Médica, disse que se pretende com esta iniciativa que se enquadra no plano de acção da sua equipa, com vista a ajudar na preparação dos atletas olímpicos nacionais.
Filomena Fortes afirma que o COC está empenhado em capacitar os profissionais da área para a realização de um plano de carreira de forma a dar uma melhor preparação de integração nas missões olímpicas.
Isto permitirá ainda, explica, a continuidade das formações de cariz internacional, com a tutela do Comité Olímpico Internacional, nomeadamente nos cursos de pós graduação, porquanto esta jornada permite reforçar as competências dos profissionais que trabalham ligados a medicina desportiva e não só.
A Jornada Médica é coordenada pelo médico Humberto Évora, presidente da Comissão Médica de Cabo Verde.
Fonte: Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top