PUB

Cultura

Governo brasileiro condecora Corsino Fortes

O governo do Brasil, através do seu Ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, em visita a Cabo Verde, condecorou esta terça-feira, a título póstumo, o poeta Corsino Fortes. A homenagem foi feita com a atribuição da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, a mais alta condecoração concedida pelo Estado brasileiro a um cidadão estrangeiro.
O acto aconteceu esta terça-feira, à noite, na residência oficial da embaixada do Brasil, na cidade da Praia. Presentes estiveram autoridades cabo-verdianas, dirigentes da Academia Cabo-verdiana de Letras e familiares do homenageado. Mauro Vieira disse que para ele era uma grande honra entregar a comenda que atesta o apreço do Brasil pelo autor de “Pão & Fonema”.
Vera Duarte, em nome da Academia Cabo-verdiana de Letras, também interveio, destacando a amizade que sempre existiu, ao longo dos tempos, entre os povos brasileiro e cabo-verdiano.
Essa homenagem póstuma ao poeta Corsino Fortes é concedida através do decreto presidencial, assinado por Dilma Roussef, a 27 de Agosto, e publicado em Diário Oficial, no Brasil. Uma decisão tomada com base no reconhecimento de Brasilia ao contributo dado por Corsino Fortes às letras em língua portuguesa e por ser ele um grande nome da poesia cabo-verdiana.
Criada em 1932, a Ordem Nacional Cruzeiro do Sul foi concedida a personalidades mundiais como a Rainha Elizabeth, o Presidente americano Dwight Eisenhower, o russo Yuri Gagarin, entre outras.
O acto de ontem praticamente selou a passagem do ministro Mauro Vieira por Cabo Verde, depois de um périplo por vários países africanos. Durante a sua estada de 24 horas aquele governante manteve contactos políticos com vários responsáveis cabo-verdianos, particularmente nos domínios da diplomacia, defesa e educação.
 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top