PUB

Sociedade

Português sem-abrigo em Cabo Verde viajou hoje para Portugal

O cidadão português que estava a viver há meses sem abrigo em Porto Novo, ilha cabo-verdiana de Santo Antão, e com frágil estado de saúde, viajou esta sexta-feira para Portugal, disse fonte oficial à agência Lusa.
A informação foi avançada pelo cônsul de Portugal na Cidade da Praia, João Ricardo Mendes, indicando que o cidadão, de 44 anos, que tinha mobilizado as autoridades portuguesas e cabo-verdianas, viajou hoje à tarde para Lisboa, de onde é natural.
O homem, que alegadamente sofre de problemas psiquiátricos, chegou à ilha de Santo Antão com um visto de turista, mas à procura de trabalho na construção civil.
O cidadão português estava a viver numa pensão paga pela Câmara Municipal de Porto Novo e tinha uma refeição assegurada no Centro de Dia, depois de ter passado semanas a dormir na rua e de ter mesmo chegado a procurar comida em caixotes de lixo, segundo relatos de alguns populares de Porto Novo.
O cidadão foi entretanto encaminhado para os serviços sociais da autarquia do Porto Novo que lhe tinham assegurado a alimentação e alojamento até agora, num caso que chocou a população local.
João Ricardo Mendes destacou à Lusa a “excelente colaboração” das autoridades portuguesas e cabo-verdianas, em particular da Embaixada de Portugal em Cabo Verde, através do Consulado no Mindelo, ilha de São Vicente, a Câmara Municipal e Delegacia de Saúde do Porto Novo, o Hospital Baptista de Sousa, em São Vicente, e a Polícia Nacional (PN) de Cabo Verde.
O cônsul entende que “ninguém” está livre de poder ir para outro país e ter uma situação clínica frágil, mas salienta que o importante é as autoridades terem um “relação excelente” e “espírito de missão” para resolverem a situação.
Em Portugal, prosseguiu João Ricardo Mendes, o cidadão, que já estava em Cabo Verde em situação ilegal, terá cuidados médicos psiquiátricos que não estão disponíveis em Santo Antão.
Fonte: Lusa

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top