PUB

Santo Antão

Porto Novo: Criadores de gados continuam a enfrentar dificuldades para adquirir a ração

Os criadores de gado continuam a enfrentar “muitas dificuldades” para a aquisição da ração animal, informou hoje o representante da Associação dos Criadores de Gado do Porto Novo, Romeu Rodrigues.
“Apesar das insistentes reclamações dos criadores de gado, a situação continua na mesma”, avançou à Inforpress o líder da Associação dos Criadores de Gado do Porto Novo, explicando que a classe continua a enfrentar “muitas dificuldades” para adquirir a ração.
Romeu Rodrigues adiantou que os criadores de gado só conseguem, nesta altura, adquirir “algum milho”, já que a empresa Moagem de Cabo Verde (MOAVE), contratada elo Governo para fornecer ração aos criadores, está a ter dificuldades no cumprimento do contrato.
Os criadores de gado do Porto Novo encontraram-se, na primeira semana de Agosto, com a presidente da Câmara, Rosa Rocha, e com o delegado do Ministério do Desenvolvimento Rural (MDR) no Porto Novo, Daniel Xavier, para discutir aspectos relativos à implementação do plano de salvamento do gado.
Os criadores de gado alertaram para as dificuldades na aquisição da ração, problema que, segundo Romeu Rodrigues, continuam a afectar essa classe, que continua a perder os seus animais, “sem poder fazer nada”.
A presidente da Câmara Municipal do Porto Novo, Rosa Rocha, chamou a atenção para a “situação extremamente difícil” em que se encontram, neste momento, os criadores de gado neste concelho, onde ainda não choveu.
“Os criadores de gado estão a passar por uma situação extremamente difícil, tendo em conta a seca que afecta o município do Porto Novo”, sublinhou Rosa Rocha, para quem a escassez de água e a falta de ração são as maiores preocupações dessa classe.
A autarca partilha da preocupação dos criadores de gado, de que a MOAVE está a ter muitas dificuldades para disponibilizar a ração, cujo custo é subsidiado pelo Governo, em 25 por cento (%), no quadro do plano de salvamento do gado.
No Porto Novo, segundo apurou a Inforpress, o plano de salvamento do gado está a ser implementado, desde Novembro, pelo Ministério do Desenvolvimento Rural (MDR), abarcando os 250 criadores de gado existentes em todo o concelho.
Além disso, 93 famílias afectadas pela seca no Porto Novo estão a beneficiar de ração para os animais, no âmbito de um projecto financiado pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).
O projecto visa auxiliar, por um período de três meses, essas famílias vulneráveis na alimentação de pequenos ruminantes.
Fonte: Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top