PUB

Sociedade

Familiares e amigos e Cleusa fazem vigília diante de tribunal e pedem justiça

Um grupo de pessoas, amigos e familiares de Cleusa, assassinada em Santa Cruz, por altura do festival de Areia Grande em Santa Cruz, concentraram-se em frente do Tribunal da Praia clamando por justiça e pela condenação do jovem, Wilson “Pedé” Freire, que foi preso, alegadamente, por ter matado a jovem.
O grupo chegou logo cedo, nesta segunda-feira, dia em que Pedé foi levado a tribunal. Gritavam palavras como “assassino é na cadeia” e “queremos justiça”. Segundo Admilson Almeida, jovem que chamou os outros amigos de Cleusa para estarem no Tribunal e pedir justiça, diz que, caso as autoridades não o fizerem, eles tomarão as providências. “Se não fizerem justiça, nós fazemos. Uma pessoa como aquela não pode estar fora da cadeia”, adiantou.
Admilson Almeida foi um dos jovens que foi preso logo no dia em que o corpo de Cleusa foi encontrado. De acordo com o relato feito ao A NAÇÃO, ele Cleusa e outros amigos estavam com a jovem momentos antes de desaparecer. “Estávamos juntos. O rapaz que foi preso chamou-lhe e arrastou-a, não vimos mais a Cleusa. Só depois recebi um telefonema de que encontraram um corpo. Quando cheguei já estavam algumas pessoas e a Polícia”, conta o jovem. “Entrei no pardeiro e vi ela caída. A Polícia veio e levou-me a mim e outro amigo. Algemaram-me, bateram-me no estômago e deram-me bofetadas”, conta revoltado. Estes foram libertados depois.
Agora que o presumível assassino de Cleusa foi preso e levado a tribunal, este e os outros amigos e familiares de Cleusa esperam que a justiça não durma e “coloque-o na cadeia”.
Admilson Almeida conta ainda que o jovem que foi preso levou o telemóvel da vítima para casa e as mãos estavam sujas de sangue. “Ele brigou com o irmão por causa disso e disse que como tinha matado a Cleusa iria matá-lo também. O irmão dele desferiu-lhe facadas e ele foi levado para o hospital. Ele fugiu por duas vezes, num hospital que tinha polícias a guardá-lo, como isso é possível?”, questiona.
Os amigos de Cleusa dizem que não irão calar até que a justiça seja feita. CG

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top