PUB

Desporto

Mindelense sagra-se tricampeão nacional nos penalties

O Clube Sportivo Mindelense sagrou-se na tarde de hoje tricampeão nacional após vencer o Futebol Clube Derby nos penalties. Ao longo dos 120 minutos da partida registou-se um empate a uma bola, naquela que foi a segunda-mão da final do nacional de futebol, resultado semelhante a da 1ª mão. O encontro realizou-se no Municipal Adérito Sena e contou com uma equipa de arbitragem liderada por António Brito.
Os primeiros instantes foram dominados pelo Mindelense mas pouco a pouco o Derby foi sacudindo a pressão a que estava submetido, sendo que a primeira oportunidade da partida pertenceu a equipa azul e branca, por intermédio de Duck aos 6 mn.
O jogo estava sendo um autentico espectáculo futebolístico e ainda que o Derby entregava as despesas do jogo ao Mindelense que estava em desvantagem, podia-se notar que ambas equipas estavam interessadas a marcar cedo.
Aos 33 minutos, numa triangulação entre Adir e Shibaka, o Mindelense quase inaugura o marcador, caso não estivesse lá o guarda-redes do Derby, Willy. Contudo quatro minutos depois Shibaka viria a abrir o marcador para os forasteiros, através de um remate certeiro com o pé esquerdo, onde o mesmo Willy podia ter feito melhor.
A segunda parte trouxe um Derby à correr atrás do prejuízo mas sem capacidade de fogo. Entretanto aos 47 minutos, houve um choque entre Willy e Latxe, este último ficou inconsciente e consequentemente foi levado ao hospital.
À 15 minutos do final do tempo regulamentar, acontecia algo insólito e curioso, dois cartões vermelhos em sequencia de dois amarelos, primeiro para o defesa central do Derby, Yuyu, que havia derrubado Shibaka que partia como uma flecha para a baliza do adversário. O segundo vermelho foi mostrado ao lateral do Mindelense, Guga, que o árbitro entendeu ter demorado na marcação da falta.
Já nos descontos (95 mn) e quando ninguém podia prever, Duck empatou a partida e consequentemente a eliminatória, num remate de pura inspiração, mandando o jogo para o prolongamento.
Ainda que no prolongamento o Derby tenha tido uma ligeira superioridade, teve-se que esperar pelos penalties, onde, de resto o Mindelense foi mais forte com um saldo de quatro conversões bem sucedidas, contra duas do Derby, já que Pibip e Djems, falharam na conversão das mesmas.
Jason Fortes

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top