PUB

Economia

Coima de três mil contos: TACV vai recorrer da decisão

A Transportadora Aérea de Cabo Verde (TACV) vai repor os preços dos bilhetes de passagem inter-ilhas nos destinos Santiago – São Vicente, para os 18 mil e 80 escudos e regularizar as tarifas das restantes rotas.
“Tendo em conta o desgaste que a situação vem causar, tanto à Administração da TACV como a Autoridade de Aviação Civil, e na sequência das intensas discussões e concertações que vemos realizando desde a recepção da notificação, o Conselho de Administração decidiu determinar a suspensão da nova grelha tarifária”, afirmou o Presidente do Conselho de Administração da TACV, João Pereira Silva.
De acordo com Pereira Silva, apesar da TACV decidir por repor os preços antigos, vai recorrer da decisão em tribunal e a contestação judicial, já está a cargo do gabinete jurídico da transportadora de bandeira nacional.
João Pereira Silva diz ainda que estão de consciência tranquila quanto ao aumento das tarifas, uma vez que agiram em conformidade com a lei. “As decisões na matéria da grelha tarifária foram tomadas após exame atento da legislação em vigor”, adiantou o PCA da TACV.
Para este gestor a AAC nunca publicou as bases dos preços de passagens nacionais. “Não tendo a AAC publicado até hoje, nenhum dos instrumentos previstos na legislação, a TACV continua segura de que agiu bem e em conformidade com a lei. Como é norma, impugnará judicialmente e acatará a decisão que vier a ser tomada em tribunal.”
João Pereira Silva deixou claro de que se a TACV vencer em tribunal, os preços das tarifas domésticas nos voos inter-ilhas voltarão a subir. CG
 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top