PUB

Economia

Leonesa Fortes: Sistema de Informação Turística vai agilizar e maximizar gestão do sector

Cabo Verde já tem o seu Sistema de Informação Turística (SIT). Uma plataforma online onde podemos encontrar todas as informações sobre o sector turístico do país e que vai contribuir para uma melhor gestão e planeamento do mesmo.
O SIT é uma plataforma que será gerida pela direcção-geral do turismo (DGT) na Praia , mas também com acesso disponível a todos os técnicos das direccções regionais do centro (Sal) e do norte (São Vicente). Leonesa Fortes, ministra da tutela, diz que esta plataforma vai “maximizar” toda a indústria do turismo através do acesso às novas tecnologias de comunicação, sobretudo quando a “informação é o combustível” para o desenvolvimento do turismo.
A plataforma foi lançada na manhã desta segunda-feira, 15, na cidade da Praia e contou ainda com a participação de vários operadores locais. Emanuel Almeida, director-geral do turismo realça que este “importante” instrumento de planeamento e gestão do turismo vai trazer maior eficiência na gestão de todas as informações relativas ao sector e aos investimentos no mesmo. Uma plataforma de extrema utilidade para os operadores e potenciais investidores turísticos em Cabo Verde.
“Disponibilizamos desde dados estatísticos, passando pelos estabelecimentos existentes, a capacidade instalada e os contactos. A plataforma vai servir ainda para entrada de processos de investimento, em que o promotor pode aceder ao SIT para ver em que pé é que está o seu processo. A DGT, como gestora vai poder ver também que o processo está a ser ágil, se está a demorar ou não”, explica esse responsável sobre as informações disponíveis no SIT.
LEGISLAÇÃO DISPONÍVEL
Ainda, com a nova plataforma, vai ser possível fazer também uma melhor gestão do trabalho da DGT. “Vamos conseguir saber também o que se passa nas direcções regionais e vice-versa. Essas direcções vão também ter acesso aos processos que entram na direcção-geral e toda a informação que circula. Ou seja, vai trazer mais valias ao nível da gestão e avaliação por desempenho, indo de encontro à nova modalidade de desempenho da administração pública. Através do SIT podemos avaliar o desempenho de cada técnico e colaborador”, esclarece Almeida.
O SIT congrega ainda toda a legislação afecta ao sector como a Lei da Utilidade Turística, a Lei das Agências de Viagem, a Lei sobre Estabelecimentos Hoteleiros. Informações pertinentes e muito relevantes para os potenciais investidores no país.
Já a informação relativa ao destino Cabo Verde, em si, onde constam informações como os roteiros turísticos, entre outras, vai estar disponível numa outra plataforma, totalmente financiada pelo Governo através do fundo de sustentabilidade social para o turismo, que será um Sistema de Informação Partilhada – SIP. Trata-se de um projecto apresentado pela Câmara de Turismo de Cabo Verde à DGT, e que está já a ser estruturado. GC
 
 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top