PUB

Cultura

Faleceu Djuta Ben David

Uma das vozes da diáspora e símbolo das comunidades migrantes, Dona Djuta Ben David, faleceu na noite deste domingo no arquipélago dos Açores, após estar internada nos últimos três dias. O funeral realizar-se-á esta terça-feira de manhã em Ponta Delgada, ilha de S. Miguel.
Justina Silva nasceu em Mindelo, Ilha de S. Vicente, Cabo Verde, no seio de uma família onde a música era tão natural como a respiração: pai e irmãos mais velhos tocavam e construíam os seus próprios instrumentos. Aos 10 anos ela própria começa a tocar e a cantar, e aos 20 anos o irmão Adolfo chama-a para Lisboa, onde se torna cantora profissional.
Ela e Adolfo formam o duo “Irmãos Silva”, que atua em Portugal durante seis anos, cantando a música cabo-verdiana, ainda pouco conhecida e apreciada na época, e também música brasileira.
Posteriormente casa com o jogador de futebol Henrique Ben-David, também natural de S. Vicente, e, quando ele se retira da atividade em virtude de uma lesão grave, os dois decidem ir viver para a ilha de S. Miguel em meados da década de cinquenta do século passado, onde, entretanto, o marido viria a treinar o Clube Santa Clara.
Sendo dos primeiros cabo-verdianos a chegar aos Açores, Djuta Ben-David não esconde as dificuldades que sentiu em adaptar-se à nova realidade de S. Miguel
O modo com se integrou na sociedade da ilha de São Miguel, o respeito e o carinho que ao longo da vida teve de todos, fez com que em 2006 a Associação dos Imigrantes nos Açores instituísse, em 2006, o prémio D. Djuta Ben David num concurso de jornalismo.
Jason Fortes
Fonte: aipa-azores (Associação dos Imigrantes nos Açores)
 

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top