PUB

Política

Presidente da Seychelles e PM de Portugal nas comemorações dos 40 anos da Independência

O presidente da República das Seychelles e Passos Coelho, PM de Portugal, são dois dos convidados de honra nas comemorações centrais dos 40 anos da Independência.
O programa das celebrações desta data tão simbólica para a história democrática, cultural e social do arquipélago, é vasto e está centrado no habitual acto solene, e em actividades desportivas e culturais.
Segundo Jorge Carlos Fonseca, presidente da república o orçamento para as actos centrais ronda os 10 mil contos, mas está a ser feito um esforço para mobilizar outros financiamentos junto de instituições e privados para actividades paralelas, que são muitas.
“Há largas dezenas, senão centenas de propostas concretas para acções no quadro das festividades e grande parte dessas propostas vêm da diáspora: Luxemburgo, Holanda, Portugal, França e EUA, com propostas culturais e de mobilização para aquisição de bandeiras nacionais, de torneios de futebol e outras modalidades”, disse.
Com o slogan “Cabo Verde – nha amor, nha fé, nha luta”, as festividades terão a habitual sessão solene na Assembleia Nacional , o desfile militar, um “grande” espectáculo musical dia 4 de Julho, exposições variadas, e ainda será recriada uma réplica da cerimónia de içar da bandeira do 5 de Julho de 75 e uma reedição da Constituição da República de 1992.
Jorge Carlos Fonseca que encabeça a comissão de festas diz tratar-se de um “programa mais digno e conveniente, num contexto simbolicamente importante” que é os 40 anos da Independência, “mas num contexto de algumas dificuldades que obrigam à contenção financeira”.
No mês de Julho terão lugar as comemorações centrais, mas o programa decorre até Outubro, que será dedicado a acções culturais, mas já Agosto, por exemplo, as actividades serão dedicadas às comunidades da diáspora.  GC

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top