PUB

Política

José Maria Neves anuncia sua primeira visita à Guiné-Bissau aprazada para 02 de Junho

O primeiro-ministro, José Maria Neves inicia a partir de 02 de Junho, uma visita oficial à Guiné Bissau, tendo na agenda a componente governamental, empresarial e cultural.
O anúncio foi feito no final de um encontro que José Maria Neves manteve na manha de hoje com o seu homólogo guineense, Domingos Simões Pereira, que se encontra na Cidade da Praia no quadro da sua participação no II Diálogo Estratégico sobre “Inovação na gestão do desenvolvimento” promovido pelo Instituto Pedro Pires para a Liderança.
“Nós vamos realizar a visita a partir do dia 02 de Junho. Queremos que seja a retribuição da importante visita que o senhor primeiro-ministro, Domingos Simões Pereira fez a Cabo Verde e que teve um grande impacto aqui nas ilhas, mas também traduziu-se no reforço das relações entre os nossos dois países”, disse José Maria Neves.
De acordo com o chefe do Governo cabo-verdiano a visita terá uma componente empresarial e governamental e também uma componente cultural, e prevê-se com medidas concretas e “muito positivas” contribuir para que as relações entre os dois países ganhem um novo patamar e se traduzam em actos concretos que aproximem mais os dois povos e os dois países.
A visita cuja duração ainda não foi definida terá o seu inicio precisamente no dia em que a TACV retoma a ligação aérea Praia/Bissau.
José Maria Neves adiantou que os dois Governos estão a trabalhar também na questão dos transportes marítimos, podendo até ao início da visita governamental cabo-verdiana existir já propostas concretas relativamente a esta matéria, ou seja, retomar também as ligações marítimas entre os dois países.
O primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Domingos Simões Pereira disse esperar que essa visita do seu homólogo cabo-verdiano seja momento de estabelecer um “marco importante” nas relações entre as duas nações, criando os instrumentos necessários para a materialização de todos os interesses expressados de proximidade de cooperação.
Reforma do Estado e da administração pública, área da segurança social, governação electróncia, a formação profissional, o turismo, as pescas, os transportes, a economia marítima são áreas que estão a ser trabalhadas conjuntamente, tendo em vista o reforço da cooperação sobretudo das relações económicas e empresariais.
O encontro de hoje foi também oportunidade para Domingos Simões Pereira entregar ao Governo cabo-verdiano uma cópia do Plano Estratégico da Guiné-Bissau, que para além da visão horizonte 20-25 apresenta também um conjunto de programas concretos com as quais a Guiné Bissau quer contar com o apoio de Cabo Verde.
“Portanto queremos que não só as entidades públicas nos possam acompanhar nas reformas estruturantes que vamos implementar como esperamos que seja do interesse da classe empresarial cabo-verdiana, no sentido de participar nos vários projectos de desenvolvimento que queremos implementar”, disse o primeiro-ministro, guineense.
Domingos Simões Pereira esteve em Cabo Verde no mês de Janeiro último, numa visita oficial que culminou com a assinatura de um memorando de cooperação nos mais diversos domínios.
 
Em Março último, uma forte delegação empresarial acompanhou a ministra do Turismo, Investimentos e Desenvolvimento, Leonesa Fortes, numa visita à Guiné-Bissau do qual resultaram importantes entendimentos em relação a parcerias entre privados dos dois países, buscando reforçar a vertente das relações económicas.
Fonte: Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top