PUB

Economia

Ébola: Porto da Praia regista diminuição de navios cruzeiros e turistas em 2014

O porto da Praia recebeu 32 cruzeiros em 2014, menos sete do que no ano anterior e o número dos turistas baixou para 26.186 visitantes, confirmou hoje à Inforpress o administrador/delegado da instituição.
De acordo com os dados estatísticos da Enapor, em 2014 o porto da Praia recebeu 26.186 turistas, menos 399 visitantes do que em 2013.
Segundo o administrador/delegado da Enapor na Praia, Alcídio Nascimento Lopes, este decréscimo foi motivado essencialmente pelo desvio da rota dos navios de uma companhia de cruzeiro que aportava o porto da Praia.
O cancelamento da vinda de alguns navios cruzeiros por causa do vírus ébola também afectou a actividade de cruzeiros em 2014, tendo em conta a proximidade de Cabo Verde aos países da Costa Ocidental da África afectados pela epidemia, justificou aquele responsável portuário.
“Este decréscimo nada tem a ver com a qualidade de prestação de serviço. Às vezes as companhias alteram a zona de actuação”, esclareceu o administrador/delegado, indicando que “as perspectivas para 2015 são animadoras”.
“Neste momento o porto da Praia tem condições adequadas para receber os maiores cruzeiros do mundo. O que precisamos é vender o produto Cabo Verde e vender bem. E isso caberá às outras entidades”, salientou.
Alcídio Lopes defendeu ainda a necessidade da ilha de Santiago ter mais pontos de interesse turísticos preparados para vender aos visitantes.
“Os navios que aportam em Cabo Verde normalmente têm um roteiro para Cidade Velha, mas gostaríamos que tivéssemos mais pontos turísticos na cidade da Praia ou na interior de Santiago”, manifestou.
A preparação dos guias, “apesar de se ter aumentado a qualidade nesta área”, a questão da acessibilidade ao porto da Praia, os transportes adequados em termos de qualidade e quantidade, são outros aspectos apontados pelo administrador/delegado, visando a melhoria da prestação do serviço aos turistas.
Fonte: Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top