PUB

Sociedade

Bélgica colabora com Cabo Verde no combate ao narcotráfico e à pirataria

A fragata belga Leopold I vai estar em Cabo Verde, até 2 de Março, para formar os militares da Guarda-Costeira cabo-verdiana no combate ao narcotráfico e à pirataria.
A estadia em Cabo Verde do Leopold I faz parte da missão “Maritime Capacity Building” que tem como principal objectivo ajudar os países da costa ocidental africana a melhorar a segurança marítima. Leopold I coopera com a Maritime Analysis and Operations Centre Narcotics (MAOC-N), organização da União Europeia, com sede em Lisboa, que coordena a luta contra o tráfico de drogas na rota para a Europa através do Oceano Atlântico.
A fragata está em Mindelo desde a última quarta-feira (25) para formar os militares da guarda-costeira. Uma acção que o comandante do navio decidiu explicar à imprensa, nesta quinta-feira, através de uma visita guiada à embarcação e de exercícios de demonstração de capturas de piratas.
“O mais importante é a troca de experiência e de conhecimentos. Nesta operação vamos desenvolver certas atitudes e partilhar o nosso saber, mas também a Guarda Costeira cabo-verdiana tem um bom conhecimento da zona. Por isso é uma operação que todos nós ganhamos”, afirma Tanguy Botman.
Esta sexta-feira Leopold I e a Guarda Costeira irão realizar a formação prática com exercícios no mar, tanto sobre pirataria como no combate ao narcotráfico. Como parte da cooperação far-se-á ainda a vigilância de navios suspeitos e relatar as ocorrências ao MAOC-N.
Os militares cabo-verdianos recebem durante esse tempo formações que variam de combate a incêndios e controle de danos a pesquisas e técnicas de embarque. Técnicos belgas também transmitem instruções sobre manutenção técnica a bordo do navio patrulha, Guardião.
Depois de uma visita ao porto da Praia, Leopold I dirige-se a outros países da África Ocidental, como Benim, Togo e Gana, para dar continuidade à missão. Nesses países, a operação vai ser feita em conjunto com os Estados Unidos da América e outros países da Europa.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top