PUB

Saúde

Ébola já matou dez médicos na Serra Leoa

O médico Aiah Solomon Konoyima morreu devido ao vírus ébola no centro médico de Hasting, perto da capital da Serra Leoa, Freetown.
“Ele chegou ao hospital há mais de uma semana e foi transferido para o sector de restabelecimento, isto porque apresentavas sinais promissores de melhora”, afirmou à agência France-Presse Brima Kargbo, responsável pelos serviços médicos do país.
As autoridades do país informaram este domingo que o total de médicos vítimas de ébola no país subiu para dez.
Além disso, intensificam-se as preocupações sobre a segurança dos profissionais de saúde que combatem a epidemia no país africano.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top