PUB

Ambiente

Estragos no Fogo são já consideráveis

Os estragos causados pela erupção do vulcão da ilha do Fogo são já consideráveis. Além das habitações e estrada, em causa está a zona agrícola, especial a da vinha. Em risco está também o edifício sede do Parque Nacional da ilha inaugurado em Março deste ano.
A situação na ilha do Fogo causada pela erupção de sábado para domingo está a ser acompanhada, minuto a minuto, pelas autoridades cabo-verdianas, com muita apreensão.
No terreno já se encontra uma equipa formada por elementos das Forças Armadas, Polícia Nacional, Proteção Civil, agentes municipais, para procurar debelar a situação.
É já grande o temor de a ilha poder assistir a um grande desastre natural, com elevados estragos materiais apenas comparáveis à erupção de 1951. Santa Catarina e Mosteiros são os dois municípios mais em risco.
A nível agrícola, os estragos são já apreciáveis, com a destruição de terrenos utilizados na vinha. Note-se que a época da colheita da uva é normalmente em Janeiro/Fevereiro, começando a vinificação em Junho/Julho.
O edifício sede do Parque Nacional da ilha do Fogo, em Chã das Caldeiras, inaugurado em Março (portanto, há oito meses), está também em risco. Este “ex libris” custou vários milhares de contos, encontrando-se a lava muito próxima do mesmo.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top