PUB

Mundo

Ex-presidente do parlamento guineense eleito Inspetor Contra a Corrupção

Francisco Benante, antigo presidente do Parlamento da Guiné-Bissau, é o novo Inspetor Superior Contra a Corrupção uma instância que desde que foi criada nos anos 1990 nunca apresentou ninguém para ser julgado por prática de corrupção.
O nome de Francisco Benante foi proposto pelo Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC, no poder) para ser coadjuvado pelos inspetores-adjuntos, António Simão Mendes e Pedro Morato Melaco, que não são deputados.
Por ser parlamentar, Benante submeteu-se ao voto dos deputados, tendo sido eleito com 80 votos a favor, cinco abstenções e um contra.
Francisco Benante vai substituir no cargo de Inspetor Superior Contra a Corrupção Lassana Seidi e na sexta-feira toma posse com os seus adjuntos perante o parlamento.
O parlamento aprovou também hoje a proposta para reativação da Comissão Eventual para revisão da Constituição do país que estava inativa há mais de três anos.
A comissão será integrada por quatro deputados do PAIGC, três do Partido da Renovação Social (PRS, líder da oposição), e a União para Mudança, o Partido da Nova Democracia e o Partido da Convergência Democrática, terão um representante.
A sociedade civil, a Igreja católica, comunidade muçulmana, setor privado, Conselho Nacional da Juventude e o poder tradicional (régulos) serão representadas por um representante.
Ao apresentar os objetivos da comissão eventual de revisão constitucional, o presidente do parlamento guineense, Cipriano Cassamá, notou que a equipa irá trabalhar para fazer da Constituição do país “uma base segura” de desenvolvimento e estabilidade institucional.
Fonte: Lusa

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top