PUB

Mundo

Ébola: Trabalhador das Nações Unidas morreu hoje na Alemanha

Um trabalhador das Nações Unidas infetado com o vírus do Ébola morreu hoje na Alemanha depois de ter chegado ao país na semana passada para tratamentos, anunciou hoje o hospital onde estava internado, a Clínica de São Jorge.
“O paciente com Ébola morreu durante a noite na Clínica de São Jorge, em Leipzig”, anunciou a instituição num comunicado.
As autoridades locais de saúde tinham anunciado na semana passada que o doente era um médico sudanês que tinha chegado à Alemanha vindo da Libéria na quinta-feira.
“Apesar dos nossos melhores esforços e do cuidado médico intensivo, o empregado da ONU, com 56 anos, sucumbiu a esta séria infeção”, acrescenta o comunicado.
A Alemanha já tinha tratado dois outros doentes com Ébola infetados na Serra Leoa – um perito senegalês que foi tratado em Hamburgo e libertado no dia 4 de outubro, e um médico do Uganda que está ainda em tratamento em Frankfurt.
A epidemia de Ébola já matou mais de 4 mil pessoas este ano, a maior parte das quais na Guiné, Serra Leoa e na Libéria, sendo transmitida através de contacto próximo com fluidos corporais.
Os Estados Unidos e os líderes das Nações Unidas defenderam na segunda-feira esforços internacionais “mais robustos” para lidar com o Ébola, depois de os médicos na Libéria terem exigido mais dinheiro para tratar os doentes com aquela que as autoridades consideram ser a pior crise de saúde dos tempos modernos.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top