PUB

Desporto

Qualificação CAN 2019: Tubarões Azuis com cartada decisiva e histórico de confrontos desfavorável

Neste sábado (17) a selecção nacional de futebol disputa o mais decisivo dos jogos da qualificação para a CAN 2019. A partida, frente a Uganda, refere-se a 5ª jornada do grupo L. A Uganda comanda o grupo com 10 pontos e tem a vantagem de jogar em casa. Já Cabo Verde, com quatro pontos, segue no terceiro lugar do mesmo grupo. O histórico de confrontos entre as duas selecções não favorece o combinado nacional.

Precisamente um mês após o desaire (2-0) frente a Tanzânia, Cabo Verde volta a entrar em campo, para disputar a quinta e penúltima jornada da qualificação para a CAN 2019. Desta feita a partida acontece em solo Ugandês e põe frente-a-frente o primeiro e o quarto classificados do grupo L.

Uganda chega a esta partida com uma vantagem de seis pontos em relação a Cabo Verde. Uma vitória dos ugandeses ou mesmo um empate garante desde logo a qualificação. Já Cabo Verde, para continuar a alimentar a chama da qualificação, está obrigado a vencer a partida, ou a fazer melhor que o segundo classificado do grupo, Tanzânia (cinco pontos).

Preparando este embate a selecção nacional de futebol deu início a estágio, em Lisboa, no passado dia 11. No primeiro treino, que aconteceu um dia depois, compareceram mais de metade dos jogadores convocados, sendo que os que não estiveram presentes, estavam em viagem para Portugal, devido aos compromissos nos respectivos clubes.

Dos que treinaram, Tiago Almeida, Helder Tavares e Jeffery Fortes, fizeram treino de recuperação, enquanto que os restantes treinaram sem limitações. Estiveram, também, no treino: Elber Évora, Ponck, Nivaldo, Emerson, Nuno Rocha, Babanco, Platini, Ryan Mendes, Djaniny, Heldon e Ricardo Gomes.

Histórico desfavorável

A selecção da Uganda é uma velha conhecida dos “Tubarões Azuis”, de encontros que remontam a 2004 e 2005, numa caminhada partilhada para a CAN e Mundial de 2006. O histórico de confrontos entre as duas selecções esteve equilibrado até 2017, altura que Cabo veio a perder por 1-0, na primeira partida da qualificação para a CAN2019.

No primeiro dos duelos, que foi disputado a 19 de Junho de 2004 no Estádio da Várzea, Cabo Verde bateu a Uganda por 1-0. Na altura o avançado, Cafú, foi o marcador do único golo, quando o cronómetro marcava 41 minutos, para a explosão de alegria dos adeptos presente na Várzea nesse dia. Cabo Verde voltaria a introduzir a bola na baliza adversária, mas o árbitro Coulibaly Koman anulou o golo.

Um ano após a vitória de Cabo Verde sobre a Uganda, estas duas selecções voltam a encontrar-se em solo ugandês. A equipa da casa levou a melhor, depois de um solitário golo do jogador, Saracumba, quando estavam transcorridos 36 minutos na partida. Esta derrota obrigava Cabo Verde a vencer os jogos seguintes frente ao Congo e ao Gana, para alimentar o sonho de chegar ao Mundial de 2006. Entretanto tal não veio a acontecer depois de Cabo Verde perder por 2-1 com o Congo e por 4-0 com o Gana.

Cabo Verde em melhor posição do Ranking FIFA

No grupo L de qualificação para a CAN2019, Cabo Verde segue na terceira posição com quatro pontos. Na primeira e segunda posição estão a Uganda (10) e Tanzânia (5). Lesoto é a última classificada, com apenas dois pontos. Os dois primeiros de cada grupo vão a CAN 2019 que será realizada nos Camarões.

Apesar da modesta posição no seu grupo de qualificação, Cabo Verde está melhor posicionada a nível do ranking de selecções da FIFA. O combinado nacional segue na 68ª posição, enquanto que a Uganda só aparece na 79ª posição. Tanzânia surge no 136º posto e Lesoto no 149º.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top