Home » Mundo » Espanha: Polícia prende franquista que planeava matar Chefe do Governo

Espanha: Polícia prende franquista que planeava matar Chefe do Governo

Suspeito ficou revoltado com a decisão governamental de exumar os restos mortais do ditador Francisco Franco.

A Polícia da Catalunha deteve Manuel Murillo Sánchez, de 63 anos, que planeava assassinar Pedro Sánchez, Presidente do Governo espanhol (Chefe do Governo).

A revelação é feita pelo jornal “Público”, de Espanha, que explica que o suspeito é um admirador de Francisco Franco, que ficou revoltado com a decisão governamental de exumar os restos mortais do ditador e retirá-los do Vale dos Caídos, em Madrid (Capital da espanha), onde está sepultado, numa tentativa de transformar aquele que é um Memorial do regime franquista num espaço de reconhecimento das vítimas da Guerra Civil e da ditadura.

Essa decisão revoltou Manuel Murillo Sánchez, que é definido como “um lobo solitário”, especialista em tiro, que frequentava o Clube de Tiro Olímpico de Vallés, na Catalunha, e que detinha um armamento pessoal digno de respeito.

A indignação deste adepto do franquismo começou a ser manifestada num grupo no “Whatsapp”, mas a sua descoberta pelas autoridades não foi fácil, uma vez que o suspeito não tinha antecedentes criminais, embora fosse habitual frequentador de ambientes de extrema direita.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade