Home » Actualidades » Banco Mundial Apoia Reformas da Educação e das Qualificações em Cabo Verde

Banco Mundial Apoia Reformas da Educação e das Qualificações em Cabo Verde

1500 jovens vão beneficiar de intervenções orientadas para o emprego.

O conselho de Administração do Banco Mundial aprovou, no passado dia 31 de Outubro, um crédito de USD 10 milhões da Associação Internacional de Desenvolvimento (AID) .

Esse valor destina-se  a promoção de uma esperança de vida escolar mais elevada em Cabo Verde e a contribuir para que mais  de 1500 jovens beneficiem de intervenções orientadas para o emprego, incluindo 750 licenciadas de programas impulsionados pela procura e de formação certificada.

O Projecto de Desenvolvimento da Educação e das Qualificações visa reforçar as competências fundamentais na educação e aumentar a pertinência dos programas de formação, em linha com o plano de desenvolvimento estratégico de Cabo Verde.

De acordo com Louise Cord, Diretora para o País do Banco Mundial, “Cabo Verde fez progressos significativos na expansão do acesso à educação, tendo alcançado um acesso quase universal ao ensino primário ao longo da última década. No entanto, os resultados de aprendizagem a nível do ensino primário continuam relativamente baixos e o acesso ao ensino secundário também melhorou mas permanece abaixo das aspirações do país. Queremos apoiar o país a aumentar as oportunidades de desenvolvimento de competências relevantes e a satisfazer as necessidades da economia porque o desemprego jovem tem vindo a aumentar nos últimos anos, em especial nas áreas urbanas”.

Conforme identificado no Diagnóstico Sistemático por País de Cabo Verde de 2018, uma base débil de capital humano é um fator determinante do insuficiente crescimento inclusivo no país. “São essenciais maiores investimentos no capital humano para reduzir a pobreza e aumentar a prosperidade partilhada em Cabo Verde,” disse Kamel Braham, Chefe da Equipa de Trabalho do Banco Mundial.

O projeto irá apoiar a reforma governamental do ensino básico através de fatores de produção de melhor qualidade, incluindo um currículo mais adaptado e modernizado, um melhor alinhamento do currículo com as práticas pedagógicas e os resultados de aprendizagem esperados e maior autonomia aos intervenientes locais por forma a permitir-lhes ajustar os serviços da educação às necessidades específicas das comunidades e crianças que servem.

O projecto irá também apoiar a crescente relevância dos programas de formação que levam em consideração as prioridades estratégicas do país e as necessidades da economia cabo-verdiana e contribuem, em particular, para o desenvolvimento do Turismo e Plataformas Digitais previstas no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável (PEDS).

A Associação Internacional de Desenvolvimento (AID) do Banco Mundial, criada em 1960, presta apoio aos países mais pobres concedendo-lhes subvenções e empréstimos a juro zero ou muito baixo para projetos e programas que promovam o crescimento económico, reduzam a pobreza e melhorem a vida das populações pobres. A AID é uma das maiores fontes de assistência dos 75 países mais pobres do mundo, sendo 39 em África. Os recursos da AID trazem uma mudança positiva aos 1 500 milhões de pessoas que vivem nos países AID. Desde 1960 que a AID apoiou actividades de desenvolvimento em 113 países. Os compromissos anuais situaram-se em média em cerca de USD 18 000 milhões ao longo dos últimos três anos, destinando-se a África cerca de 54%.

 

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade